Histórico

Pertencente à Província Eclesiástica de Natal e ao Conselho Episcopal do Regional Nordeste II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a Diocese de Mossoró fica situada na zona oeste do Estado do Rio Grande do Norte e foi criada pelo Papa Pio XI em 28 de julho de 1934 e instalada em 18 de novembro de 1934.

A Catedral dedicada a Virgem e Mártir Santa Luzia é a igreja-mãe da Diocese, sendo a Sé Episcopal.


O primeiro bispo, D.Jaime de Barros Câmara, assume a diocese em 26 de Abril de 1936, com o Lema “Eu vim trazer o fogo”. Seu episcopado foi marcado pelas construções do Seminário Santa Teresinha, do Abrigo Amantino Câmara e pelo apoio a operários dos parques salineiros da região com a criação do “Círculo Operário Católico”.

D. João Batista Portocarrero Costa sucede D. Jaime em 08 de dezembro de 1943, com o lema: “É preciso que Ele cresça”. Fundou escolas populares, intensificou o apoio a movimentos, tais como: círculos de estudos, manhãs de recolhimento e outros. Destacou-se pela realização do I Congresso Eucarístico em 1946.

Com o Lema: “ Salvação do rebanho” D. Elizeu Simões Mendes assume a diocese em 20 de Fevereiro de 1954 como terceiro bispo. Destacou-se pelo apoio a zona rural incentivando as “semanas ruralistas”, pela criação de maternidades e “casas populares” construídas em alguns municípios da região.

Em 12 de outubro de 1960, com o lema: “Enviai o vosso Espírito”, D. Gentil Diniz Barreto, assume como quarto bispo, se destacando pela criação da “Emissora de Educação Rural” e instalações do movimento de Educação de Base, centro de Treinamento, Lar Sacerdotal, Gráfica Miguel Faustino e da Livraria D. Costa. D.José Freire de Oliveira Neto, inicia sua missão episcopal como bispo auxiliar de D. Gentil em 1975, com o lema “Semelhante a Ele na morte”. Foi responsável, junto a D.Albano Cavallim, pela elaboração do documento “Catequese Renovada”. São frutos de sua missão a Comissão Pastoral da Terra, o SEAPAC (Serviços de Apoios a Projetos Alternativos) e a Comissão de Justiça e Paz.

Com o Lema “Cristo para os Povos”, D. Mariano Manzana inicia sua missão episcopal em 17 de Outubro de 2004.