18 de dezembro de 2014

Caridade: Momento Presente






Para alcançar a santidade, só tem um jeito: amar mais a Deus. Quanto mais se ama, mais se santifica. Mas, concretamente, como progredir na caridade e chegar a amá-Lo – como preceitua o Deuteronômio (6, 5) – com todo o coração, com toda a alma e com todas as forças?
Santa Teresinha do Menino Jesus, no poema “ Meu canto de hoje”, escreve os seguintes versos, inflamados de amor:
“Minha vida é um instante, um rápido segundo,
Um dia só que passa e amanhã estará ausente;
Só tenho, para amar-Te, ó meu Deus, neste mundo,
O momento presente!...”
“Como Te amo, Jesus! Por Ti minha alma anseia;
Sejas meu doce apoio por um dia somente.
Reina em meu coração: Teu sorriso incendeia
Agora, no presente!”
“Que me importa, Senhor, se no futuro há sombra?
Rezar pelo amanhã? Minha alma não consente!
Guarda meu coração puro! Cobre-me com tua sombra
Agora, no presente!”
“Se penso no amanhã, temo ser inconstante,
Vejo nascer em meu coração a tristeza e o enfado.
Eu quero, Deus meu, o sofrimento, a prova torturante
Agora, no presente!”
“Devo ver-te em breve na praia eterna,
Ó Piloto Divino, cuja mão me conduz.
Sobre as vagas em fúria, guia minha navezinha
Agora, no presente.”
“Ah! Deixa-me, Senhor, em tua Face esconder-me.
Para não ouvir o mundo a clamar futilmente.
Dá-me Teu amor, conserva-me tua graça
Agora, no presente.”
“Junto ao Teu Coração divino, esqueço o que se passa,
Não temo mais a noite em ameaça.
Dá-me em Teu Coração, Jesus, um lugar,
Agora, no presente.”
“Pão vivo, Pão do Céu, divina Eucaristia,
Ó mistério sagrado! que o Amor produziu…
Vem morar no meu coração, minha branca Hóstia,
Agora, no presente.”
“Digna-Te unir-me a Ti, Vinhedo Consagrado,
Para que meu ramo assim, com frutos, se apresente
E eu vou Te oferecer algum cacho dourado, Senhor,
Agora, no presente.”
“Esse cacho de amor, cujos grãos são as almas…
Só tenho para formá-lo este dia que foge.
Ah! Dá-me, Jesus, de um Apóstolo o ardor,
Agora, no presente.”
“Virgem Imaculada, tu és minha Doce Estrela.
Que me dás Jesus e a Ele me unes;
Deixa-me, terna Mãe, repousas sob teu véu
Agora, no presente.”
“Anjo da minha guarda, cobre-me com tuas asas,
Clareia com teus fogos a estrada que sigo;
Vem dirigir meu passo e auxiliar-me, te peço,
Agora, no presente.”
“Quero ver-Te sem véu, Senhor! Sem nuvem,
Sua, ainda exilada, longe de ti, languesço.
Não me escondas, meu Deus, Tua amável Face
Agora, no presente.”
“Já voarei ao céu para que aí profira
Meus louvores a Ti, no dia sem poente,
Quando, então, cantarei em angélica lira
O Eterno presente!...” [2]
Não nos distraiamos, pois, com o amanhã. Como ensina Nosso Senhor, “a cada dia basta o seu mal” (Mt 6, 34). Só temos “o momento presente” para amar a Deus, e nada mais.

CNBB publica texto base da Campanha da Fraternidade 2015


Com o tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10, 45), a  Campanha da Fraternidade (CF) 2015 buscará recordar a vocação e missão de todo o cristão e das comunidades de fé, a partir do diálogo e colaboração entre Igreja e Sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II.
O texto base utilizado para auxiliar nas atividades da CF 2015 já está disponível nas Edições CNBB. O documento reflete a dimensão da vida em sociedade que se baseia na convivência coletiva, com leis e normas de condutas, organizada por critérios e, principalmente, com entidades que “cuidam do bem-estar daqueles que convivem”.
Na apresentação do texto, o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, explica que a Campanha da Fraternidade 2015 convida a refletir, meditar e rezar a relação entre Igreja e sociedade.
“Será uma oportunidade de retomarmos os ensinamentos do Concílio Vaticano II. Ensinamentos que nos levam a ser uma Igreja atuante, participativa, consoladora, misericordiosa, samaritana. Sabemos que todas as pessoas que formam a sociedade são filhos e filhas de Deus. Por isso, os cristãos trabalham para que as estruturas, as normas, a organização da sociedade estejam a serviço de todos”, comenta dom Leonardo.
Proposta do subsídio
O texto base está organizado em quatro partes. No primeiro capítulo são apresentadas reflexões sobre “Histórico das relações Igreja e Sociedade no Brasil”, “A sociedade brasileira atual e seus desafios”, “O serviço da Igreja à sociedade brasileira” e “Igreja – Sociedade: convergência e divergências”.
Na segunda parte é aprofundada a relação Igreja e Sociedade à luz da palavra de Deus,  à luz do magistério da Igreja e à luz da doutrina social.
Já o terceiro capítulo debate uma visão social a partir do serviço, diálogo e cooperação entre Igreja e sociedade, além de refletir sobre “Dignidade humana, bem comum e justiça social” e “O serviço da Igreja à sociedade”. Nesta parte, o texto aponta  sugestões pastorais para a vivência da Campanha da Fraternidade nas dioceses, paróquias e comunidades.
O último capítulo do texto base apresenta os resultados da CF 2014, os projetos atendidos por região, prestação de contas do Fundo Nacional de Solidariedade de 2013 (FNS) e as contribuições enviadas pelas dioceses, além de histórico das últimas Campanhas e temas discutidos nos anos anteriores.
Adquira o texto base da CF 2015www.edicoescnbb.com.br ou (61) 2193.3019

17 de dezembro de 2014

Feliz Aniversário, Papa Francisco!

O argentino Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, completa o seu 78º aniversário nesta quarta-feira. O papa, nasceu em Buenos Aires em 17 de dezembro de 1936. Antes de seguir carreira religiosa, formou-se técnico químico. Em março de 1958, entrou no noviciado da Companhia de Jesus, congregação religiosa dos jesuítas, fundada no século XVI. card_aniversario_papa_1
Será seu segundo aniversário como Bispo de Roma. Ano passado, ele celebrou com quatro sem-teto e os convidou para a missa de Santa Marta e, posteriormente, para um café da manhã. Além disso, o papa Francisco quis que naquele dia estivesse presente tanto na missa quanto no café a equipe que trabalha na Capela de Santa Marta. Este ano, o aniversário do papa acontece dias após uma data especial quando completa 45 anos de ordenação sacerdotal. 
É o primeiro papa latino-americano e também o primeiro jesuíta. Atual máximo representante da Igreja Católica e oitavo chefe do Estado de Cidade do Vaticano, é o pontífice número 266 e substituiu Bento XVI, primeiro papa da Era Moderna que renunciou ao

16 de dezembro de 2014

Confraternização do Clero na Casa de Acolhida Papa Francisco







 



Todos os anos nosso Bispo Diocesano, Dom Mariano Manzana, se reúne com o Clero para uma confraternização Natalina. Este ano a reunião aconteceu segunda-feira, dia 15, na Casa de Acolhida Papa Francisco, que fica no Sítio Pitombeira, na estrada que vai para Governador Dix Sept Rosado. Na ocasião, aconteceu uma missa presidida por Dom Mariano, e concelebrada pelo Clero. Logo depois Dom Mariano e o Clero almoçaram juntos com os acolhidos da Casa e os membros da Comunidade Boa Nova. Um momento bem especial.

Jornal da Diocese pela Rádio Rural de Mossoró.







Todos os dias, a partir das 11h30, você acompanha  na Rádio Rural o Jornal da Diocese.

Com entrevistas, correspondentes de todas as paróquias, reflexões e evangelização.
Pra você ficar bem informado com as notícias da igreja local e do mundo. Jornal da Diocese, de segunda a sexta-feira, Rural de Mossoró. Apresentação de Pe Ricardo Rubens 



*As Paróquias devem enviar o contato de seu correspondente para o e-mail (valeriabulcao@gmail.com)
  

Festa da Sagrada Família em Portalegre- RN


Diocese ganha nova Área Pastoral



A Diocese de Mossoró cria, no próximo dia 28, às 10 horas,  a Área Pastoral de Tenente Ananias com missa presidida pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana. Com sede na Igreja da Sagrada Família, no centro da cidade, a área ficará sob a responsabilidade do Padre Josenilton Hipólito de Araújo, que continua também como vigário da Paróquia de Marcelino Vieira.

Festa de Santa Luzia supera expectativa da coordenação do evento



Cerca de 180 mil pessoas acompanharam a procissão de Santa Luzia no sábado passado, 13 de dezembro, segundo estimativa da Polícia Militar. No final desta semana, a equipe de organização da Festa irá se reunir para fazer a avaliação oficial. De acordo com o membro da equipe de comunicação da festa, Fabrício Brito, o evento foi positivo em todos os aspectos, religioso, social, artístico e cultural. A expectativa da organização era de receber 150 mil pessoas no cortejo.
Este ano, a procissão saiu da Igreja Matriz do Alto de São Manoel, em comemoração aos 50 anos da Paróquia de São Manoel. O cortejo foi iniciado às 17h30 e por volta das 19h20, a imagem já estava chegando à Catedral. A Avenida Presidente Dutra, principal via do cortejo, foi completamente tomada pelos devotos de Santa Luzia.
Caravanas vindas de várias cidades vizinhas e de outros Estados como Ceará e Paraíba, puderam contar com um ponto de apoio instalado na Escola de Artes. Joscelito Marques, da Equipe de Acolhida, ressalta que por lá passaram cerca de 1.800 romeiros. O espaço foi cedido pelo município à Diocese. Os fiéis que vieram a Mossoró para acompanhar a procissão e demais atividades do dia 13, puderam contar com banheiros e refeições, café-da-manhã e almoço. “Foram quatro meses organizando toda a estrutura da acolhida”, diz.
O trabalho da equipe começou às 4h da manhã com a preparação do café para receber os romeiros, que saíram felizes com a recepção. Joscelito destaca que já visitou cidades de grande atrativo religioso, como Juazeiro do Norte e Canindé, mas em nenhum desses locais viu algo para acolher os visitantes, como foi feito em Mossoró.
Outro ponto destacado pela organização da festa foi a participação dos artistas mossoroenses que, pois, como lembra Fabrício Brito  em todas as noites, houve apresentações antes e após as novenas. Este ano, além das cadeiras, também foi montada uma arquibancada para comportar mais gente. “Esteve lotado todas as noites”, comenta Fabrício. Toda a equipe de coordenação está muito satisfeita, mas deve se reunir para também avaliar potenciais falhas e pontos que deixaram a desejar, para que o problema não se repita no próximo ano. A festa de 2015 já começa a ser planejada no início do ano, em meados de março.
O Oratório de Santa Luzia foi outro ponto forte do evento. A história de vida da jovem de Siracusa foi encenada por artistas mossoroenses, de 4 a 13 de dezembro, e reuniu milhares de fiéis depois das novenas noturnas. Segundo o diretor do espetáculo, Júnior Félix, o espetáculo teve grande público todas às noites. Este ano, a atriz Layâna de Castro interpretou o papel principal da peça.
Fonte: Gazeta do Oeste

10 de dezembro de 2014

Pastoral da Criança em Planejamento 2015




A Pastoral da Criança esteve reunida, nos dias 05 e 06, no Encontro Diocesano de Avaliação das ações de 2014 e planejamento para 2015. Participação do Coordenador Estadual, Milton Dantas, coordenadores e Conselho Econômico. O evento aconteceu no Centro de Treinamento, em Mossoró.

Memória: encerramento da Festa de Nossa Senhora da Conceição em Pau dos Ferros-RN.





Memória: Encerramento da Festa de Nossa Senhora da Conceição, DIA 08, em Pau dos Ferros- Rn. Uma multidão saiu as ruas. Viva Jesus Cristo! Viva a Imaculada Conceição !
Detalhes: http://www.paroquiadepaudosferros.com.br/

Seminaristas recebem ministérios de Leitorado e Acolitado


Cinco seminaristas da Diocese de Mossoró darão mais um passo rumo ao presbiterato.  Nessa sexta-feira, dia 12, eles receberão os Ministérios de Leitorado e de Acolitado. Outros quatro seminaristas serão instituídos como diáconos permanentes.  
A instituição dos ministérios acontecerá na missa, às 9 horas, presidida pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana, na Catedral de Santa Luzia, no Dia de Nossa Senhora de Guadalupe.
Os seminaristas  Cledson de Souza Carlos, José Alves Paiva Júnior, Marcílio Oliveira da Silva, Messias Albuquerque Pinto e Railton Sérgio Bezerra receberão o Ministério do Leitorado.  Edinaldo Bernardino do Nascimento receberá o Acolitado. Os diáconos permanentes do município de Apodi serão George Carlos da Silva e Luís Alberto de Paiva e o de Mossoró será Jorge Luis Tôrres.  
* Transmissão da Rádio Rural de Mossoró.

Papa escolhe tema para Dia Mundial da Paz 2014



O Vaticano publicou nesta quarta-feira, 10, a mensagem do Papa Francisco para o 48º Dia Mundial da Paz, que será celebrado em 1ª de janeiro de 2015. No texto, que tem como tema “Já não escravos, mas irmãos”, o Pontífice aborda as causas da escravidão bem como as formas de solucioná-la, o que envolve um esforço comum para globalizar a solidariedade.
O Papa diz que a sociedade conhece a escravidão há muito tempo, tendo passado por períodos em que o fenômeno foi admitido e até regulamentado. E embora hoje a liberdade de cada pessoa tenha sido reconhecida no direito internacional, milhões de pessoas continuam privadas desse direito e vivem em condições semelhantes à da escravidão.
Como exemplo, o Pontífice cita trabalhadores escravizados em diversos setores, migrantes que sofrem com condições desumanas, pessoas submetidas à prostituição, mulheres forçadas a se casar, menores e adultos que são objeto de tráfico de pessoas e de órgãos, bem como nos que são sequestrados e mantidos em cativeiro por grupos terroristas.
As causas da escravidão também são citadas pelo Papa na mensagem: pobreza, subdesenvolvimento exclusão, falta de acesso à educação, escassez ou inexistência de emprego, conflitos armados, criminalidade e o terrorismo. O Pontífice não deixa de mencionar como causa pessoas corruptas que estão dispostas a tudo para enriquecer.
“Na realidade, a servidão e o tráfico das pessoas humanas requerem uma cumplicidade que muitas vezes passa através da corrupção dos intermediários, de alguns membros das forças da polícia, de outros atores do Estado ou de variadas instituições, civis e militares”.
Apesar da indiferença que perpassa esse fenômeno, o Pontífice lembra o trabalho silencioso de muitas congregações religiosas em prol das vítimas. Ele defende que, assim como as organizações criminosas usam redes globais para alcançar os seus objetivos, é preciso um esforço comum de toda a sociedade para vencer a escravidão.
“Os Estados deveriam vigiar por que as respectivas legislações nacionais sobre as migrações, o trabalho, as adoções, a transferência das empresas e a comercialização de produtos feitos por meio da exploração do trabalho sejam efetivamente respeitadoras da dignidade da pessoa”.
Francisco pede ações de fraternidade em prol dos que são mantidos em estado de servidão, mesmo que seja com pequenos gestos no cotidiano, como oferecer um sorriso a uma pessoa que pode estar vivendo essa realidade.
“Lanço um veemente apelo a todos os homens e mulheres de boa vontade e a quantos, mesmo nos mais altos níveis das instituições, são testemunhas, de perto ou de longe, do flagelo da escravidão contemporânea, para que não se tornem cúmplices deste mal, não afastem o olhar à vista dos sofrimentos de seus irmãos e irmãs em humanidade, privados de liberdade e dignidade, mas tenham a coragem de tocar a carne sofredora de Cristo”
Francisco reza para que as pessoas saibam resistir à tentação de se comportar de forma não digna de sua humanidade. Na sua primeira mensagem para o Dia Mundial da Paz, o Papa já havia mencionado o respeito à dignidade, liberdade e autonomia do homem como aspecto fundamental para o seu desenvolvimento.
Fonte: Site Canção Nova

7 de dezembro de 2014

Padre Sátiro e Padre Francisco festejam aniversário sacerdotal.




Queremos parabenizar Padre Sátiro Cavalcanti Dantas e Padre Francisco das Chagas Neto nesta data especial também para todos os que de alguma forma, durante estes anos, sentiram o amor e a presença de Deus através deles, pelas suas palavras, pelo seu perdão, pela sua bênção.
Parabéns por esse dom tão grandioso através do qual todos os dias torna presente, na palavra, nos sacramentos, o próprio Deus que os escolheu, consagrou e os envia cada dia aos irmãos.
Agradecemos pelo dom da sua graça, ternura e misericórdia, permanecendo com Jesus, sacerdotes para sempre.
Que Deus, em sua infinita misericórdia, continue derramando sobre os senhores todas as bênçãos! A Diocese de Mossoró agradece a Deus a missão desses sacerdotes.

Ordenação:
Padre Sátiro ( 08/12/1954)
Padre Francisco das Chagas Neto (08/12/1989)

REFLETINDO O EVANGELHO

 “A MISSÃO DE JOÃO BATISTA.” Marcos 1, 1-8
 “Eu vos batizei com água; Ele, porém vos batizará no Espírito Santo.” (Mc 1, 8 )
 O texto sagrado sempre nos traz imagens da preparação do caminho para o Senhor: quando um rei dominava um país, ele fazia com que o povo do país dominado construísse uma grande avenida para que pudesse passar triunfante. É preciso preparar uma grande avenida, isto é, eliminar todos os obstáculos, para que o Senhor, Deus de Israel, possa passar triunfante e reconduzir o seu povo a sua terra.
Quando a igreja lê as sagradas escrituras, ela reconhece, aí, a missão de João Batista, precursor do Messias. É ele quem, a partir do deserto, exorta com vigor o povo a preparar o caminho para o Senhor. Preparação que se dá por uma vida eticamente coerente com a fé professada (cf. Mt 3,8; Lc 3,8.10-14). A missão de João Batista equivalia à missão do profeta Elias, a saber, conduzir o povo a uma verdadeira conversão. Daí o Batismo de conversão que João realiza. Somente eliminando os obstáculos que o mal gera no coração do ser humano é que se pode reconhecer Aquele que virá depois de João e de quem ele diz não ser digno de desamarrar as sandálias. A vida de cada fiel deve ser como uma avenida por onde o Senhor passa para entrar em posse daquilo que é seu. É por amor ao ser humano que o Senhor assumiu a nossa humanidade, a fim de conduzi-lo a viver na terra a realidade do céu.
A água do Jordão não podia fazer viver. O Espírito Santo do qual Jesus é revestido é quem vivifica. O anúncio de João Batista de que Aquele que virá depois dele batizará com o Espírito Santo significa que a obra de Jesus tem um caráter de purificação e um único fim: a comunhão com Deus.
 JÁ VIVEMOS
O Ano da Paz. Um despertar para a convivência mais respeitosa e fraterna entre as pessoas. Aprovado por unanimidade durante a 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Ano da Paz começou no domingo passado e as reflexões, orações e ações sociais se estenderão até o Natal de 2015. Que venha a tua paz, Senhor!
 A FESTA DE SANTA LUZIA
Continua cumprindo sua missão de levar os homens e mulheres desta terra a Deus. O exemplo da Virgem de Siracusa é sempre novo, atual e repleto de grandes ensinamentos. Das Celebrações aos momentos de lazer, tudo é sinal de graça e oportunidade de vivenciarmos a alegria do encontro fraterno na comunidade de fé. Aproveitemos!
 RESUMINDO
A programação da grande festa: hoje, às 7h30, acontece a tradicional Corrida e Caminhada de Santa Luzia, com saída e chegada, na Catedral. Continuam as novenas, às 16h e 19h30, seguidas do Oratório de Santa Luzia. No dia 12/12 acontece a 6ª Moto Romaria da Luz, com concentração, às 21h, na Matriz de São José e o show mensagem com padre Nunes, após o Oratório.
 RESUMINDO II
Durante o Novenário, diversos voluntários servem acolhendo as crianças na Cirandinha, ao lado da Catedral. E no dia 13, a partir das 7h, estaremos na Escola de Artes acolhendo os romeiros com café da manhã e almoço. A barraca do jantar e dos doces também é uma atração à parte. Sem falar nas apresentações musicais dos artistas da terra e do Oratório de Santa Luzia. A tradicional procissão ocorrerá, às 17h30, saindo da Matriz de São Manoel em direção à Catedral de Santa Luzia, onde acontecerá a benção do Santíssimo Sacramento e a cerimônia de encerramento da festa. Viva Santa Luzia!
 IMACULADA
Neste dia 8 de dezembro acontecerá uma missa solene em comemoração aos 160 anos da proclamação do Dogma da Imaculada Conceição. Esta Celebração Eucarística ocorrerá, às 17h, na Matriz do Alto da Conceição e será presidida por nosso bispo Diocesano Dom Mariano Manzana. Logo após a missa os devotos farão uma procissão até a Catedral de Santa Luzia. Maravilha!
 AREIA BRANCA
Encerra amanhã mais uma festa a sua Padroeira – Nossa Senhora da Conceição. A procissão acontecerá, às 17h, seguida de missa solene de encerramento. Viva Nossa Senhora!
 SANTA CLARA 
A partir de 15/12, quatro grupos da Pastoral da Grutta de Santa Clara estarão realizando os encontros de preparação para o Natal com as famílias, nas residências do bairro D. Jaime Câmara e nos conjuntos: Liberdade II e IPE. As visitas se estenderão até o dia 23/12, com o encerramento da Novena de Natal e uma confraternização. Muito bom!
 RECONSTRUÇÃO
Quem puder colaborar na reconstrução da igreja matriz do Sagrado Coração de Jesus, em Grossos pode ajudar através da seguinte conta: Banco do Brasil, Agência 4687-6, conta-poupança 70.008-8 e a variação 96. É dando que se recebe…
 O PAPA FRANCISCO
Visitará os Estados Unidos em 2015. O Sumo pontífice irá em setembro à Filadélfia para o Encontro Mundial das Famílias. Em janeiro, o papa Francisco vai às Filipinase e Siri lanka, em sua segunda viagem à Ásia.
 PARA REFLETIR
“Para mudar o mundo, é preciso fazer bem a quem não tem possibilidades de retribuir.” (Papa Francisco)
Fonte: Coluna Fé e Vida- Joscelito Marques- Gazeta do Oeste


6 de dezembro de 2014

Programação da Noveninha de Santa Luzia 2014



NOVENINHA DE SANTA LUZIA


DIA
PAROQUIA
LOCAL
04/12Santa LuziaCentro Catequético
05/12São JoãoBarreira Vermelha – São Sebastião
06/12São PauloNova Esperança
07/12Nossa Senhora da ConceiçãoPanela do Amaro
08/12Nossa Senhora de FátimaPousada dos Termas
09/12São JoséEsc. Prof. Inauda Cabral
10/12São ManoelNova Vida – São José Operário
11/12Menino Jesus de PragaWilson Rosado

4 de dezembro de 2014



A Rural está de volta com muitas novidades, e traz para você uma grande promoção.
Participe durante este mês de dezembro do nosso canal interativo, e concorra a um prêmio de 300 reais. Basta ligar para o telefone 3312-7990, deixar nome completo e telefone, e já está participando.
O prêmio será sorteado no dia 30 de dezembro. Boa sorte!

Pastoral da Criança em Planejamento




A Pastoral da Criança estará reunida, nesta sexta e sábado, no Encontro Diocesano de Avaliação das ações de 2014 e planejamento para 2015. Participação do Coordenador Estadual, Milton Dantas, coordenadores e Conselho Econômico. Nesta sexta-feira, às 11 horas, acontece uma missa presidida pelo pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana, na Capela de Santa Teresinha. O evento acontece no Centro de Treinamento, em Mossoró.

Catequese do Papa Francisco sobre sua viagem à Turquia

Um dos momentos marcantes da visita foi a benção ecumênica dada por Francisco e Bartolomeu I / Foto: Reprodução CTV
Boletim da Santa Sé
Tradução: Jéssica Marçal
Queridos irmãos e irmãs, bom dia. Mas, não parece tanto um dom dia, é um pouco ruim… Mas vocês são corajosos e, para um dia ruim, uma boa face, e vamos adiante!
Hoje quero partilhar com vocês algumas coisas da minha peregrinação à Turquia de sexta-feira passada a domingo. Como havia pedido para prepará-la e acompanhá-la com a oração, agora vos convido a dar graças ao Senhor por sua realização e para que possa dar frutos de diálogo seja nas nossas relações com os irmãos ortodoxos, seja com os muçulmanos, seja no caminho rumo à paz entre os povos. Sinto, em primeiro lugar, dever renovar a expressão do meu reconhecimento ao presidente da república turca, ao primeiro-ministro, ao presidente para os Assuntos Religiosos e a outras autoridades, que me acolheram com respeito e garantiram a boa ordem dos eventos. Isto requer trabalho e eles fizeram isto de bom grado. Agradeço fraternalmente aos bispos da Igreja católica na Turquia, ao presidente da conferência episcopal, tão bom, e agradeço pelo empenho às comunidades católicas, bem como agradeço ao Patriarca Ecumênico, Sua Santidade Bartolomeu I pelo cordial acolhimento. O beato Paulo VI e São João Paulo II, que foram ambos à Turquia, e São João XXIII, que foi Delegado Apostólico naquela nação, protegeram do céu a minha peregrinação, ocorrida oito anos depois daquela do meu predecessor, Bento XVI. Aquela terra é querida por todo cristão, especialmente por ter sido o local de nascimento do apóstolo Paulo, por ter sediado os primeiros sete Concílios e pela presença, próximo a Éfeso, da “casa de Maria”. A tradição nos diz que ali viveu Nossa Senhora, depois da vinda do Espírito Santo.
No primeiro dia da viagem apostólica, saudei as autoridades do país, a larguíssima maioria muçulmanos, mas em cuja Constituição se afirma a laicidade do Estado. E com as autoridades, falamos da violência. É justamente o esquecimento de Deus, e não a sua glorificação, a gerar a violência. Por isso insisti na importância de que cristãos e muçulmanos se empenhem juntos para a solidariedade, para a paz e a justiça, afirmando que todo Estado deve assegurar aos cidadãos e às comunidades religiosas uma liberdade de culto.
Hoje, antes de ir saudar os doentes, estive com um grupo de cristãos e islâmicos que fazem uma reunião organizada pelo Dicastério para o Diálogo Inter-religioso, sob a condução do Cardeal Tauran, e também eles expressaram este desejo de continuar neste diálogo fraterno entre católicos, cristãos e islâmicos.
No segundo dia, visitei alguns lugares-símbolo das diversas confissões religiosas presentes na Turquia. Fiz isso sentindo no coração a invocação ao Senhor, Deus do céu e da terra, Pai misericordioso de toda a humanidade. Centro do dia foi a celebração eucarística que viu reunidos na catedral pastores e fiéis dos diversos ritos católicos presentes na Turquia. Também participaram o Patriarca Ecumênico, o Vigário Patriarcal Armeno Apostólico, o Metropolita Siro-Ortodoxo e representantes protestantes. Juntos invocamos o Espírto Santo, Aquele que faz a unidade da Igreja: unidade na fé, unidade na caridade, unidade na coesão interior. O povo de Deus, na riqueza das suas tradições e articulações, é chamado a deixar-se guiar pelo Espírito Santo em atitude constante de abertura, de docilidade e de obediência. No nosso caminho de diálogo ecumênico e também da nossa unidade, da nossa Igreja católica, Aquele que faz tudo é o Espírito Santo. Cabe a nós deixá-lo fazer, acolhê-Lo e seguir as suas inspirações.
O terceiro e último dia, festa de Santo André Apóstolo, ofereceu o contexto ideal para consolidar as relações fraternas entre o Bispo de Roma, Sucessor de Pedro, e o Patriarca Ecumênico de Constantinopla, sucessor do apóstolo André, irmão de Simão Pedro, que fundou aquela Igreja. Renovei com Sua Santidade Bartolomeu I o empenho recíproco em prosseguir no caminho rumo o restabelecimento da plena comunhão entre católicos e ortodoxos. Juntos assinamos uma declaração conjunta, mais uma etapa deste caminho. Foi particularmente significativo que este ato tenha acontecido ao término da solene liturgia da festa de Santo André, da qual participei com grande alegria e que foi seguida da dupla benção concedida pelo Patriarca de Constantinopla e pelo Bispo de Roma. A oração, de fato, é a base para todo frutuoso diálogo ecumênico sob a guia do Espírito Santo que, como disse, é Aquele que faz a unidade.
Último encontro – este foi belo e também doloroso – foi aquele com um grupo de jovens refugiados, assistidos pelos salesianos. Era muito importante para mim encontrar alguns refugiados das zonas de guerra do Oriente Médio, seja para exprimir a eles a proximidade minha e da Igreja, seja para destacar o valor do acolhimento, em que a Turquia tem se empenhado muito. Agradeço uma vez mais à Turquia por este acolhimento de tantos refugiados e agradeço de coração aos salesianos de Istambul. Esses salesianos trabalham com refugiados, são bons! Encontrei também outros padres e um jesuíta alemães e outros que trabalham com os refugiados, mas aquele oratório salesiano dos refugiados é uma coisa bela, é um trabalho escondido. Agradeço tanto a todas as pessoas que trabalham com os refugiados. E rezemos por todos os refugiados e para que sejam removidas as causas dessa dolorosa chaga.
Queridos irmãos e irmãs, Deus onipotente e misericordioso continue a proteger o povo turco, os seus governantes e os representantes das diversas religiões. Possam construir juntos um futuro de paz, de forma que a Turquia possa representar um lugar de pacífica coexistência entre religiões e culturas diversas. Rezemos, além disso, para que, por intercessão da Virgem Maria, o Espírito Santo torne fecunda esta viagem apostólica e favoreça na Igreja o fervor missionário, para anunciar a todos os povos, no respeito e no diálogo fraterno, que o Senhor Jesus é verdade, paz e amor. Somente Ele é o Senhor.
Fonte: Rádio Vaticano

Nacizio entrega título de cidadão mossoroense para Padre Walter Collini.




Na última quarta-feira (03), começou a festa de Santa Luzia, padroeira de Mossoró. O vereador Nacizio Silva (PTN) estava presente na cerimônia ao lado de outras autoridades legislativas e o prefeito Francisco José Júnior. O parlamentar teve a alegria de entregar o Título de Cidadão Mossoroense para Padre Walter Collini, pároco de Santa Luzia, proposto em sessão ordinária da Câmara Municipal de Mossoró e aprovado por unanimidade. Milhares de pessoas estavam presentes na abertura e aplaudiram a homenagem feita ao sacerdote.
Padre Walter é natural de Pinzolo (Trento) e estava há 36 anos na Paróquia de Martins, quando veio em 2009 para assumir a paróquia de Santa Luzia em Mossoró. O italiano de 68 anos está à frente da paróquia há cinco anos. Assumiu o desafio depois do falecimento do Monsenhor Américo Simonetti, um dos sacerdotes mais queridos da cidade e marcado na memória dos católicos pela liderança nos festejos de Santa Luzia.
Padre Walter agradeceu pela homenagem e sentiu-se surpreso pois não tinha conhecimento da proposição. “Confesso a vocês que não sabia de nada. Estou feliz pela homenagem”, revela.
“Estamos sempre em sintonia com a igreja. Homenagear o Padre Walter Collini é reconhecer os serviços prestados em cinco anos de paróquia e o sua doação pelo evangelhos que comove a todos os fiéis católicos de Mossoró”, comenta o vereador Nacizio Silva, após realizar a entrega do título de cidadão mossoroense.

Fonte: Assessoria do Vereador Nacizio

2 de dezembro de 2014

Santa Luzia 2014



Abertura da Festa 03/12/14
  • 19 h Benção do Santíssimo. 
  • Solenidade de Abertura
  • Show Mensagem com o Padre João Carlos na Carreta Palco armada no Largo Mons. Humberto.


Dia 04 de Dezembro Quinta-Feira
  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia- Transmissão da Rádio Rural
  • As 9h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • Tema da Trezena: “A TRANSFORMAÇÃO MISSIONARIA DA IGREJA (EVANGEL II GAUDIUM ”Nº 1-49) – MT. 28 16-20.
  • Adoração de 12 h às 15 h
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h as 16 h
  • Novena às 16h e à 19h30 (  Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19h (  Transmissão da Rádio Rural)
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado no palco da Festa com bandas e artistas da terra.

Dia 05 de Dezembro Sexta-Feira

  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 9hs, Noveninha Santa Luzia e as Crianças nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • Tema da Novena: “O ANUNCIO DO EVANJELHO (EVANGEL II GAUDIM ”Nº 111 – 175) – LC. 10,17-24.
  • Adoração de 12 h às 15 h
  • Confissões individuais de 07 h as 12 h e de 14 h as 16 h
  • Novena às 16h e à 19h30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19 h.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado no palco da Festa com bandas e artistas da terra.
  

        Dia 06 de Dezembro Sábado
  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia- ( Transmissão da Rádio Rural)
  • 9 h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • 9h Missa com os Enfermos na Catedral.
  • Tema da Novena: “A DIMENSÃO SOCIAL DA EVANGELIZAÇÃO” (EVANGEL II GAUDIUM: Nº 177-258) – EX. 3,1-10 OU TG. 2,1-11.
  • Adoração de 12 h às 15 h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h às 16 h.
  • 5ª Pedalada da Luz: a partir das 15h Saída e Chegada da Catedral de Santa Luzia.
  • Novena às 16h e à 19h30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19 h.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado nos palcos da Festa com bandas e artistas da terra.

Dia 07 de Dezembro Domingo

  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 07h30min 10ª Corrida e caminhada de Santa Luzia Saída e Chegada da catedral Percurso de 5 km.
  • As 9 h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • As 9 h, Missa na Catedral de Santa Luzia.
  • Tema da Novena: “SINAIS DOS TEMPOS E CONVERSÃO PASTORAL” (DOCUMENTO Nº 100 DA CNBB: PAG. 15-38) – MT. 6,19-33.
  • Adoração de 12 h às 15 h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h às 16 h.
  • Novena às 16h e à 19h30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19h.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado no palco da Festa com bandas e artistas da terra.

Dia 08 de Dezembro Segunda-Feira
  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia- ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 9 h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • Tema da Novena: PALAVRA DE DEUS, VIDA E MISSÃO NAS COMUNIDADES” (DOCUMENTO Nº100 DA CNBB: PAG. 39-62) – LC. 5,1-11 OU – LC. 24,15-33.
  • Adoração de 12 h às 15 h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h as 16 h.
  • Novena às 16h e à 19h 30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 18 h Procissão de Nossa Senhora Saindo da Matriz de Nossa senhora da Imaculada Conceição até a catedral de Santa Luzia.
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19hs.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado nos palcos da Festa com bandas e artistas da terra.


Dia 09 de Dezembro Terça - feira
  • Missa às 06h na catedral de Santa Luzia- ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 9 h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • Tema da Novena: “SURGIMENTO DA PARÓQUIA E SUA EVOLUÇÃO” (DOCUMENTO Nº 100 DA CNBB: PAG.63-84)- 1PD. 2,1-9.
  • Adoração de 12 h às 15 h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h às 16 h.
  • Novena às 16 h e à 19h 30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19 h.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado no palco da Festa com bandas e artistas da terra.


Dia 10 de Dezembro Quarta - Feira

  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia. (Transmissão da Rádio Rural)
  • As 9 h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • Tema da Novena: “COMUNIDADE PARÓQUIAL (DOCUMENTO Nº 100 DA CNBB: PAG. 85-102) – RM. 12,3-18.”.
  • Adoração de 12h à s 15h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h as 16 h.
  • Novena às 16 h e à 19h 30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30min, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19 h.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado nos palcos da Festa com bandas e artistas da terra.

Dia 11 de Dezembro Quinta - Feira

  • Missa às 06h na catedral de Santa Luzia. ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 9hs, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • Tema da Novena: “SUJEITOS E TAREFAS DA CONVERSÃO PAROQUIAL” (DOCUMENTO Nº 100 DA CNBB: PAG. 103-126) – 1 JO. 4,7-21
  • Adoração de 12 h às 15 h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h as 16 h.
  • Novena às 16h e à 19h30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30min, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19 h.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado no palco da Festa com bandas e artistas da terra.

Dia 12 de Dezembro Sexta - Feira

  • Missa às 06 h na catedral de Santa Luzia ( Transmissão da Rádio Rural)
  • As 9 h, Noveninha Santa Luzia e as Crianças, nas Comunidades paróquias de Mossoró.
  • As 9 h, Missa, Entrega das Ordens Menores - Seminaristas
  • Tema da Novena: “PROPOSIÇÕES PASTORAIS” (DOCUMENTO Nº 100 DA CNBB: PAG. 127-166) – JO. 15,1-17.
  • Adoração de 12 h às 15 h.
  • Confissões individuais de 07 h às 12 h e de 14 h às 16 h.
  • Novena às 16h e à 19h 30 ( Transmissão da Rádio Rural)
  • Apresentações culturais às 18h30, no adro da Catedral.
  • Oratório de Santa Luzia após a Novena das 19 h.
  • 6ª Moto - Romaria da Luz Saída após a Novena das 19 h, concentração: Igreja Matriz de São José (Rua Wenceslau Brás) Chegada: meia-noite na Catedral de Santa Luzia.
  • Show Mensagem de Padre Nunes logo após o Oratório de santa Luzia.
  • Shows Populares na Avenida Dix- Sept Rosado no palco da Festa com bandas e artistas da terra.


Dia 13 de Dezembro
  • 00h – Chegada da 5º Moto-romaria de Santa Luzia com bênção das motos e Sorteio de Uma moto Honda Pop 100 e Primeira Missa da FESTA.
  • 05h – Segunda Missa dos Romeiros.
  • 06h Alvorada no Adro da catedral com a banda de Musica Artur Paraguai.
  • 06h30 – Terceira Missa dos Romeiros. ( Transmissão da Rádio Rural)
  • 08h – Quarta Missa dos Romeiros. 
  • 10h – Missa Solene da FESTA, presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Mariano Manzana.(Transmissão da Rádio Rural)
  • 14h – Sexta Missa dos Romeiros. Transmissão da Rádio Rural
  • 15h30 Sétima e Ultima Missa dos Romeiros na Matriz de São Manoel.
  • 17h30 – Procissão de Santa Luzia saindo da Matriz de São Manoel e seguindo para Catedral de Santa Luzia.( Transmissão da Rádio Rural)
  • Bênção do Santíssimo Sacramento e cerimonial de enceramento da Festa de Santa Luzia 2014.

Atendimento ao Público
  • Lojinha de Santa Luzia de 13 de Novembro a 13 de Dezembro de 2014, a partir das 8h no Largo Mons. Huberto Brüening.
  • Barraca de Santa Luzia e Barraca dos Docinhos de 04 a 12 de Dezembro 2014, após a Novena da noite, no Largo Mons. Huberto Brüening.
  • Sorteios Populares de 04 a 12 de Dezembro de 2014 no Largo Mons. Huberto Brüening.
  • Plantão Médico – atendimento médico de urgência, em trailer, no Largo Mons. Huberto Brüening.
Transmissão
Rádio Rural de Mossoró- 990 kHz
  • 105 FM (FM Santa Clara)
  • TCM-CANAL 10
  • Tv Mossoró Transmissão das Novenas das 19 h.
Informações

http://www.caminhandocomcristo.blogspot.com/