18 de abril de 2015

Concílio Vaticano II: bispos recordam frutos e importância


Uma sessão solene no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida em Aparecida (SP) no início da noite desta sexta-feira, 17, recordou os 50 anos do Concílio Vaticano II, maior evento da Igreja no século XX. Além dos bispos que participam da 53ª Assembleia Geral da CNBB, estiveram presentes líderes de outras denominações cristãs.
A sessão foi aberta com o discurso do presidente da Comissão para o Ecumenismo da CNBB, Dom Francesco Biasin, que expressou o contentamento dos bispos com a presença de seus irmãos de outras denominações cristãs, o que ele considera imprescindível para comemorar os 50 anos do Concílio, que abriu novos horizontes de diálogo entre as Igrejas, bem como com outras religiões.
Tal presença é, segundo Dom Biasin, a garantia de que esses 50 anos foram frutuosos e que vale a pena investir em pontes de diálogo para que a oração de Jesus – “Pai, que todos sejam um” – de fato se concretize.
Também presente na solenidade, o arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, Cardeal Raymundo Damasceno Assis, informou que, em dezembro, o Papa Francisco presidirá uma celebração comemorativa pelos 50 anos do CVII. Para aproveitar a reunião dos bispos na Assembleia Geral, foi incluída essa sessão solene. “Com ela nós nos preparamos para comemorar o aniversário do maior acontecimento da Igreja no século XX”.
O cardeal também expressou a alegria de poder contar com a presença de líderes de outras denominações cristãs, o que só reforça o ecumenismo e ajuda a continuar na via ecumênica tão desejada pelos padres conciliares e pelos pontífices que assumiram o governo da Igreja após o CVII. “O ecumenismo é um dos grandes temas que o concílio impulsionou”, disse Dom Damasceno.
“Os resultados desse Concílio se estenderam ao mundo inteiro, aos cristãos católicos romanos e aos de muitas outras denominações cristãs”, recordou o presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), Dom Flávio Augusto Borges Irala, da Igreja Anglicana. Em nome de todo o Conselho, ele saudou os bispos da CNBB e todos os cristãos pelos 50 anos do Concílio.
“Seus documentos [do Concílio], que permanecem atuais e desafiadores, continuem inspirando, iluminando nossa caminhada e nos aproxime e fortaleça ainda mais na unidade sonhada por todos nós”.
Durante a sessão, foram reproduzidos textos de São João XXIII no discurso de abertura do Concílio, em 11 de outubro de 1962, bem como imagens do evento, que foi realizado em 10 sessões e terminou em 1965.

Festa de Pentecostes 2015


Paróquia de Alexandria prepara edição 2015



Pastoral da Pessoa Idosa da Paróquia Menino Jesus em Mossoró-RN



A Pastoral da Pessoa Idosa da Paróquia Menino Jesus realiza, hoje, 18, recreação no Salão Paroquial para os idosos da Pastoral. Momento especial de confraternização!!!

19 de Abril- Dia de Santo Expedito





 Diversas comunidades festejam Santo Expedito, santo das causas urgentes. A comunidade Paulo Freire, na zona rural de Mossoró, realiza neste domingo, 19, a Cavalgada de Santo Expedito, com início da programação previsto para às 7h.  Também acontece, neste domingo,a décima primeira Caminhada de Santo Expedito. A caminhada terá início às 2h da manhã, com saída da Praça do Rotary em direção à Capela de Santo Expedito na Comunidade de Vertentes, na zona Rural de Baraúna.
Santo Expedito também está sendo celebrado nas comunidades do bairro Aeroporto 1 e das Barrocas. Na cidade de Serrinha dos Pintos, Paróquia de Martins.



16 de abril de 2015

Formação na Comunidade de Santo Antonio em Mossoró






Será neste dia 17 de abril, às 19h, na Igreja de Santo Antonio, a nossa primeira aula da Escola Comunitária de Formação. E como assumimos o compromisso missionário, o primeiro tema será sobre "Missão", que será muito bem assessorado pelo Padre Carlos César, da Paróquia de São Paulo Apóstolo e do Instituto Nova Jerusalém.
Vamos divulgar e convocar todos os membros de grupos, movimentos e pastorais, bem como todo o povo de Deus para participar.

Orações, música, poucas visitas: assim festeja Bento XVI




O Papa emérito Bento XVI completa 88 anos. O próximo domingo marcará os 10 anos de sua eleição como 265º Papa da Igreja Católica. O Papa Francisco ofereceu a Missa matutina na Casa Santa Marta ao Papa emérito: "Quero recordar que hoje é o aniversário do Papa Bento XVI. Eu ofereci a missa por ele e também convido a todos a rezar por ele, para que o Senhor lhe sustente e lhe dê muita alegria e felicidade".
Como já no ano passado, o Papa emérito não participará de nenhuma celebração pública e passará estes dias em clima de recolhimento e oração, sem festejos especiais. Como afirmou seu Secretário particular, Dom Georg Gänswein, Bento XVI “está bem, para a sua idade” e caminha todos os dias cerca de meia hora nos Jardins Vaticanos. “Em geral eu vou com ele, rezamos juntos o terço. Ele, que sempre teve passo rápido, agora, seguindo conselho médico, usa um andador em seus passeios, e em casa, uma bengala”, comentou o arcebispo, em recente entrevista.
Dom Georg disse ainda que o Papa emérito “durante o dia reza, lê, estuda, responde a muitas cartas e frequentemente toca piano à tarde”, mas “não se dedica mais a escritos teológicos ou científicos; diz que com os três volumes sobre Jesus concluiu a sua obra”. Quando completou 87 anos, o Papa Francisco o felicitou telefonicamente e o recordou na celebração da missa na Capela da Casa Santa Marta, convidando os fiéis a rezarem por ele. 
Joseph Ratzinger celebrou seu último aniversário como Papa aos 85 anos. Em 16 de abril de 2012, iniciou o dia de seu aniversário celebrando uma missa na Capela Paulina do Palácio Apostólico Vaticano com a presença de seu irmão, um grupo de bispos da Baviera e uma delegação desta região alemã. 
O “último período de sua vida”
Bento XVI disse que se encontrava diante do “último período de sua vida” e que não sabia o que o esperava”, mas afirmou que “a luz e a bondade de Deus são mais fortes do que qualquer escuridão e de qualquer mal deste mundo”.
Um aniversário  diferente foi o de 2008, quando o Pontífice celebrou 81 anos, na Casa Branca, com o então Presidente George W. Bush e sua esposa, em meio a uma visita pastoral aos Estados Unidos. 
Mas o denominador comum de muitos aniversários de Joseph Ratzinger foi a música. Em 2007, quando fez 80 anos, festejou assistindo um concerto em sua honra da orquestra sinfônica alemã da Rádio Televisão de Stuttgart. No programa, Wolfgang Amadeus Mozart e Antonin Dvorák.
Também se destaca o seu primeiro aniversário como Papa, em 16 de abril de 2006, ao completar 79 anos, que coincidiu com a primeira vez que presidia as celebrações da Páscoa. 
Vida
Joseph Ratzinger nasceu em 16 de abril de 1927 em Marktl am Inn, município da Baviera, no sudeste da Alemanha. Estudou na Escola Superior de Filosofia em Freising e na Universidade de Munique. Foi ordenado sacerdote em 29 de junho de 1951.
Orações, música, poucas visitas, uma vida de ‘monge’: é que quer ser Papa emérito, desde que renunciou à Sé de Pedro, em 11 de fevereiro de 2013. “No entanto, o pensamento da morte se faz cada vez mais presente”, revela ainda seu Secretário, Dom Georg. “Falamos sobre isso muitas vezes, mesmo sendo ele pessoa muito discreta e reservada. Sua vida é uma arte cristã, porque preparar-se para a morte significa preparar-se ao encontro com Deus, um encontro decisivo”.
Pouco se sabe de sua agenda diária, mas no último dia 11 de abril, o Papa emérito recebeu a visita de seminaristas das Dioceses de Munique e Freising. 
(CM)

Encontro Diocesano da Pastoral Familiar





Acontece nos próximos dias 25 e 26 de abril, aqui em Mossoró, o Encontro Diocesano da Pastoral Familiar. As paróquias devem se inscrever, indicando o nome de seus representantes para participar do evento. Podem participar do encontro párocos, vigários e Agentes de Pastoral Familiar de cada paróquia. As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de abril. O encontro acontecerá no Centro de Evangelização da Paróquia São João, e contará com a assessoria do Pe. Paulo Diniz – Coordenador Regional da Pastoral Familiar.   Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3321-6838.






15 de abril de 2015


"O que salva o mundo é o amor de Deus", disse cardeal Damasceno na abertura da 53ª Assembleia da CNBB

 A presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) deu início às atividades 53ª Assembleia Geral (AG) da entidade com a celebração da missa, na manhã desta quarta-feira, 15, na Basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP). O arcebispo local e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis, pediu as orações dos fiéis pelos “bons frutos da Assembleia”.
Dom Damasceno explicou em sua homilia que a “atenção prioritária” do episcopado estará voltada para dois temas: a atualização das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) para o quadriênio 2015-2019 e para a eleição da presidência da CNBB, juntamente com os presidentes das 12 Comissões Episcopais Pastorais e delegados da entidade para representação no Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) e para o Sínodo dos Bispos, marcado para outubro, no Vaticano.
O cardeal explicou que as DGAE auxiliarão no “processo de planejamento pastoral para as Igrejas particulares e para o secretariado geral da CNBB".
 A 53ª AG também terá como tema prioritário o Estudo 107 da CNBB, "Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade". 
Missão da Igreja
Ao refletir sobre a liturgia do dia e sobre o Tempo Pascal, o presidente da CNBB ressaltou a missão de Jesus na história da salvação e luz da ressurreição, “manifestação total da misericórdia salvadora, boa nova por excelência e melhor anúncio que pode ser feito”.
“Deus amou tanto o mundo que deu seu filho unigênito para que não morra todo que nele crê, mas tenha a vida eterna”. As palavras do início do Evangelho de hoje, levam, segundo dom Damasceno, à “compreensão do significado da missão do Filho de Deus”.
“O que salva o mundo é o amor de Deus. Só amor pode iluminar o mistério pascal e graças ao mistério pascal podemos constatar a intenção divina que é oferta universal de Salvação”, afirmou dom Damasceno.
Ao recordar a experiência dos discípulos com o Cristo ressuscitado, indicou a missão da Igreja. “Tendo experimentado o amor misericordioso de Deus, que enche nossa vida de luz e alegria, que nos confere o sentido para viver, anunciamos a todos a mesma graça. Não há situação que não pode ser iluminada com a luz da ressurreição. Diante do amor de Deus e sua infinita misericórdia, todos os aspectos da vida humana podem ser transfigurados, principalmente o pecado e a morte”, disse o cardeal.
Intenções
No início da celebração, o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da Conferência, dom Leonardo Steiner, informou a nomeação do bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom Wilson Luis Angotti Filho, para a diocese de Taubaté, após acolhimento da renúncia de dom Carmo João Rhoden. Também hoje foi nomeado pelo papa Francisco o cônego Edson José Oriolo dos Santos como bispo titular de “Segia” e auxiliar de Belo Horizonte (MG). Oriolo é o atual pároco da Catedral Metropolitana de Pouso Alegre.
Dom Leonardo indicou como intenção da celebração eucarística a memória do bispo emérito de Caetité (BA), dom Antônio Alberto Guimarães Rezende, falecido na segunda-feira, dia 13. Também foi lembrado o sétimo dia de falecimento do bispo de Paranaguá (PR) e referencial da Pastoral Afro-Brasileira, dom João Alves dos Santos, ocorrido no dia 09. 
 Fonte: CNBB

14 de abril de 2015


Festa de Nossa Senhora de Fátima 2015 em Mossoró-RN

A programação da Festa da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima já começa a ser divulgada. A apresentação foi realizada ontem, 13, durante a tradicional missa dos devotos, celebrada ao meio dia. De acordo com o vigário Francisco Cornélio Freire, a chamada pré-festa teve seu início com a visitação da imagem às comunidades de Senegal e Montana. “Essa proximidade com a comunidade, no momento em que estamos divulgando nosso evento, no próximo mês, é o início da pré-festa, que se estende até a data oficial, de 3 a 13 de maio”, diz o padre. Este ano, a comemoração religiosa em alusão à Virgem de Fátima terá como tema ‘Maria, Mulher Servidora e Missionária’.
De acordo com o vigário, a igreja pretende fazer, durante o evento oficial, toda noite promoção de shows de artistas e bandas da cidade, além de um jantar, o ponto alto da festa.
Francisco Cornélio ressalta, ainda, que este ano a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima tem muitos outros motivos para comemorar. “São 35 anos da construção desta igreja e isso também é um motivo de grande festa. Atualmente, a paróquia agrega 14 comunidades, sete da zona urbana e outras sete da zona rural, um grande contingente de pessoas que afluem para cá durante missas e eventos”, destaca, empolgado, o sacerdote.
Segundo ele, a capacidade da nave do templo chega a 1.000 pessoas, maior que a Catedral de Santa Luzia. “Nossas missas têm, a cada domingo, chamado mais e mais fiéis e a igreja, graças a Deus, só vive lotada”, diz, agradecido.
Sobre a evasão de pessoas da Igreja Católica, em virtude da existência e ascensão de outras religiões pentecostais e neo-pentecostais, Cornélio é enfático ao dizer que existe, hoje, um equilíbrio maior em relação a isso. “O católico praticamente, aquele que vai à missa sempre, que cumpre os preceitos de sua doutrina, raramente muda de religião. Essa tendência está mais evidente em católicos apenas de batismo, ou seja, pessoas que foram apenas batizadas na Igreja, mas não mantêm relações mais estreitas com ela. Essas pessoas, por uma procura por alento ou outra fé, frequentam outras religiões, o que é natural”, diz, serenamente, Francisco Cornélio que vê, no equilíbrio religioso, uma porta para o diálogo e amadurecimento da própria fé.
PROGRAMAÇÃO
A abertura oficial da festa, no dia 3 de maio, será marcada por uma caminhada saindo da Praça da Baixinha, às 18h, conduzindo a imagem de Nossa Senhora de Fátima para a Igreja Matriz, onde acontece cerimonial inaugural da festa, Celebração Eucarística e show. No período de 04 a 12 de maio, sempre às 19h30, serão realizadas as novenas. Todos os dias haverá também Celebração Eucarística às 6h da manhã e oração do terço ao meio dia. Já no dia da padroeira, 13 de maio, a programação começa com o Ofício de Nossa Senhora, às 6h da manhã, e segue ao longo do dia, com missa dos devotos ao meio dia, procissão pelas ruas da comunidade às 17h e missa solene às 18h, como informa a assessoria de comunicação dos festejos.
“Além da dimensão religiosa, os festejos em homenagem à Nossa Senhora de Fátima possuem uma intensa programação sociocultural, com destaque para a encenação das aparições da Virgem de Fátima, que acontecerá nos dias 03 e 08 de maio. O tradicional jantar da Família acontecerá no dia 09 e contará com animação da banda ‘Os Bárbaros’. Todos os dias após a novena haverá shows com artistas locais, barracas populares, show de prêmios e bazar”, acrescenta a assessoria.
PEREGRINAÇÃO
Além das comunidades Senegal e Montana, as primeiras a receberem a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, a peregrinação contemplará o sítio Bom Destino, Pousada das Thermas, Boa Esperança, Arisco e Coqueiro. Todos os bairros que compõe a área urbana da Paróquia também terão programação na fase da pré-festa.
Fonte : Gazeta do Oeste

13 de abril de 2015


Inscrições abertas para o Curso de Ministro da Palavra







 
O curso será desenvolvido a partir de três campos temáticos e dois práticos, distribuídos em 10 encontros, 1 retiro e 1 estágio, com entrega do mandato no dia 22 de novembro, abertura do Ano do Leigo. O primeiro encontro terá assessoria de Padre Cornélio e Zélia Cristina. Faça sua inscrição na secretaria da Paróquia!

Caminhada de Santo Expedito

 
 
A 11ª Caminhada de Santo Expedito ocorrerá no próximo domingo, 19, às 2h da madrugada, com saída da Praça do Rotary; percorrendo 21 Km até a Capela de Santo Expedito na Comunidade de Vertentes, zona Rural de Baraúna. Em 2013 participaram 328 pessoas, em 2014 333 devotos, e em 2015 você é nosso convidado. Mais informações com Mônica 8802-7975 e João Paulo 9964-6090.

12 de abril de 2015

Processo diocesano de beatificação de dom Helder terá início em maio

 
A arquidiocese de Olinda e Recife (PE) recebeu na segunda-feira, dia 6, a carta que confirma que “nada obsta, da parte da Santa Sé,” a que a Causa de Beatificação e Canonização do Servo Deus dom Helder Pessoa Câmara possa ser realizada. Diante do fato, o arcebispo local, dom Antônio Fernando Saburido, marcou para o dia 3 de maio o início da etapa diocesana do processo de beatificação daquele que esteve à frente da criação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
Dom Saburido marcou para o horário de 9 horas o início da Missa na qual irá apresentar os membros da comissão jurídica responsável por reconhecer as “virtudes heroicas” do “Dom da Paz”, como dom Helder é conhecido.
Chamada de “tribunal”, a comissão será formada por cinco membros: juiz delegado e promotor de justiça (ambos canonistas), notário, notário adjunto e cursor. O grupo se reunirá para estudar os textos publicados em vida e analisar os testemunhos de pessoas que conheceram o prelado. “O objetivo deles será analisar os novos textos publicados por dom Helder e ouvir pessoas que tiveram contato com o Servo de Deus. Também será fundamental a atuação das comissões histórica e teológica, esta última ainda será criada”, explica o postulador da causa de beatificação e canonização de dom Helder, frei Jociel Gomes.
Dom Fernando Saburido, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 8, assinou edital que torna pública a autorização da Santa Sé. “Tenho um carinho enorme por dom Helder e desde que cheguei à arquidiocese há esse desejo do povo de Deus. Enviamos o pedido no dia 27 de maio do ano passado e nos surpreendeu positivamente o retorno rápido da Santa Sé. Agora vamos trabalhar para concluir a etapa diocesana do processo. Em seguida, será a vez do Vaticano realizar a outra parte do processo”, disse dom Saburido.
Após a fase diocesana do processo de beatificação haverá a elaboração, por parte do relator nomeado pela Congregação para a Causa dos Santos de um documento denominado Positio. Trata-se de um compêndio dos relatos e estudos realizados pela comissão jurídica. Assim que aprovado, o papa concede o título de Venerável Servo do Deus.
O passo seguinte é o da beatificação. Ser beato, ou bem-aventurado, significa representar um modelo de vida para a comunidade e, além disso, ter a capacidade de agir como intermediário entre os cristãos e Deus. Depois disso, ainda é preciso passar por mais uma fase: a canonização.
Para ser proclamado santo é imprescindível a comprovação de um milagre, que deve ocorrer após sua nomeação como beato.
 
Com informações e fotografia da arquidiocese de Olinda e Recife (PE).

8 de abril de 2015

Dedicação e bênção da Igreja Matriz de Assu/RN

 


 


 
“O zelo por tua casa me consome” (Jo 2,17)
 
O dia 09 de abril,amanhã, ficará marcado para sempre na memória dos católicos da Paróquia de São João Batista, em Assu/RN.
Após dois anos de revitalização, contando sempre com a providência e ação divinas dos fiéis de bom coração, sob orientação do pároco de Assu, padre Flávio Augusto Forte Melo, teremos o Rito de Dedicação da Igreja e Bênção do Altar, uma das mais belas e significativas cerimônias, às 19:30 horas, presidida pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana e concelebrada por padre Flávio Augusto e vários outros padres vindos de diversas partes da Diocese. Na oportunidade, serão colocadas sob o presbitério as relíquias de Santa Luzia e Beata Lindalva. Este dia marca os 22 anos do assassinato brutal da beata em Salvador, Bahia. 
Desde que assumiu uma das mais antigas paróquias da Diocese de Mossoró, a Paróquia de São João Batista, padre Flávio Augusto perseguiu junto com seus fiéis o projeto de revitalizar a Matriz de São João Batista, construída em 1726. O sonho está bem perto de ser concretizado por completo, que começou com a construção de duas sacristias, um auditório para 120 lugares, capela para o Santíssimo, presbitério, altar, ambão, dois banheiros com acessibilidade, pintura interna e externa, troca de parte das telhas e colocação de forro de concreto e de gesso acartonado, troca de toda parte elétrica, inclusive com colocação de lâmpadas de LED, assim como a aquisição de um moderno sistema de som. Padre Flávio aproveita para convidar todos os filhos (as) de Assu, também os ausentes e a comunidade, pois, segundo ele, em cada canto da matriz tem um pedaço do esforço e dedicação de cada um.
A mãe da Beata Lindalva, dona Maria Lúcia da Fé, entrará com as relíquias da filha.


__________________________________________
Transmissão: Princesa do Vale e Rádio Rural de Mossoró ( a partir das 20h).

Rádio Rural celebra 52 anos com Simpósio e Prêmio para imprensa potiguar.




A Rádio Rural realiza, no dia 10, a partir das 19H30, o III Simpósio Monsenhor Américo Simonetti sobre “Gerenciamento de Emissora de Rádio e de seus Departamentos”, no auditório do Colégio das Irmãs, marcando seus 52 anos de fundação. Na oportunidade, será entregue o “Troféu Rural de Comunicação” aos profissionais da mídia mossoroense escolhidos pelo voto popular através de votação no site da emissora (www.ruraldemossoro.com.br). A premiação envolve 11 categorias. 
A Rural também comemora o seu novo alcance e qualidade de som. Programas religiosos como o "Jornal da Diocese" (informes da Igreja local e mundo) e "O Chamado" ( programa vocacional do Seminário Santa Teresinha) compõem a grade de programação. A Rádio Rural de Mossoró nasceu no dia 02 de abril de 1963.

7 de abril de 2015









 
A Diocese de Santa Luzia de Mossoró parabeniza todos os jornalistas e deseja que o empenho na realização do trabalho jornalístico seja sempre pautado na ética, item essencial na construção de uma sociedade mais justa, de uma população mais consciente e fraterna. Que Santa Luzia possa iluminar a missão de cada um. Parabéns!

Festa de Santa Expedido em Carnaubais- RN


 

Memória: Algumas imagens da "bela" encenação da Paixão de Cristo na Paróquia de Upanema. A encenação é resultado do envolvimento de jovens, crianças e adultos do município.





Centenário do Cônego Ismar Fernandes de Queiroz na Diocese







A Diocese de Mossoró, no dia 12 de abril, às 19 horas, na Capela de Santa Luzia, em Doutor Severiano, estará fazendo memória ao centenário do cônego Ismar Fernandes de Queiroz com uma Missa em Ação de Graças presidida pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana e concelebrada por vários sacerdotes. Os restos mortais do cônego Ismar estão sepultados na própria capela. A Paróquia de Areia Branca também prestará sua homenagem ao cônego.
“Ele acompanhou várias gerações: batizou, pregou, confessou, casou e instruiu um sem número de pessoas. Enfim, marcou a vida religiosa e social de todos nós”, confessa padre Raimundo Felipe, que é um dos organizadores dessa homenagem ao cônego.
História - Cônego Ismar nasceu no dia 11 de abril de 1915, no alto da Serra de São Miguel, na pequena cidade de Dr. Severiano/RN. Filho de Cristovão Colombo Queiroz e Basília Fernandes Queiroz. Estudou no Seminário São Pedro, em Natal/RN, e posteriormente fez o Seminário Maior em Fortaleza/CE, onde concluiu seus estudos de Teologia. Foi ordenado na Catedral de Santa Luzia, em Mossoró/RN, no dia 27/03/1938, pelo Bispo Dom Jaime de Barros Câmara. Também na catedral, no dia seguinte, celebrou a sua primeira missa. Recém- ordenado, trabalhou nas Paróquias de Assu e Augusto Severo. Chegou como vigário em Areia Branca no ano de 1939 e permaneceu na cidade até sua morte, no dia 29 de março de 1979, aos 64 anos de idade e 42 de sacerdócio.





Programação na Paróquia de Areia Branca

Sexta-feira- 19h- Missa na Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Dom Mariano Manzana participa da Assembleia dos Bispos em Aparecida/SP










A 53ª Assembleia Geral da CNBB, que será realizada de 14 a 25 de abril, em Aparecida/SP, será uma assembleia eletiva, ou seja, haverá a escolha da nova presidência da entidade para o próximo quadriênio (2015-2019) e os presidentes das comissões. Terá como tema central a avaliação global da caminhada da CNBB e a definição das diretrizes gerais da ação evangelizadora da Igreja no Brasil para o quadriênio de 2015 a 2019. O Estudo 107 da CNBB “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade” estará como tema prioritário. O Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana estará presente na assembleia.

“As diretrizes gerais serão atualizadas com base no discurso do Papa Francisco aos bispos do Rio de Janeiro e aos bispos do Celam, durante visita ao Brasil. Também buscaremos inspiração na Exortação do Papa, “Alegria do Evangelho”, afirma o presidente da CNBB, cardeal Dom Raymundo Damasceno.

Encontro Diocesano das Pastorais Sociais em Mossoró.








As pastorais sociais da Diocese de Mossoró estarão reunidas, dia 12, 7h às 15h, na Capela de São Francisco, no Abolição III, com o bispo responsável pelas Pastorais Sociais no Regional Nordeste 2, Dom José Luis Salles de Pesqueira. Todos estão convidados. Dom José está visitando todas as dioceses do regional para conhecer de perto a realidade e os trabalhos desenvolvidos pelas pastorais sociais.



Formação Bíblica no CEBI em Mossoró- RN