Coleta Solidária objetiva arrecadar recursos em apoio a projetos sociais

                                          Ana Clébia, Dom Mariano, Dr Cure e Neuzo Leite

Durante a Campanha da Fraternidade, a Igreja Católica realiza uma ação chamada Coleta da Solidariedade. A iniciativa é realizada sempre no Domingo de Ramos, que neste ano será o dia 1º de abril. Desta vez, a Diocese de Santa Luzia de Mossoró destinará parte das doações à Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC).
O bispo diocesano dom Mariano Manzana explica que a Campanha da Fraternidade é um grande movimento e que desde 1964 a Igreja no Brasil colocou a iniciativa em busca de ampliar a fraternidade entre as pessoas.
"Por isso que a cada ano é discutido um assunto para tirar os pontos que entravam na fraternidade. No início eram temas da igreja, depois vieram temas mais sociais e agora grandes problemas em nível nacional, como: violência pública, poluição da água, desmatamento e agora é a vez da fraternidade e saúde pública", revela dom Mariano.
De acordo com o bispo, o objetivo da Campanha é conscientizar desde os problemas que envolvem os macrossistemas de saúde, até a participação de cada um nesse processo de garantia da saúde. "Porque além das questões de gestão pública com financiamentos, é preciso cada pessoa saber seu papel na garantia da saúde pública. Onde atualmente é mais importante prevenir e esses esforços não se restringem aos governos. É aí que entra a participação e ação da Igreja nas macros e pequenas iniciativas", destaca.
Dom Mariano enfatiza que para desempenhar um gesto concreto durante a Campanha da Fraternidade, a Igreja promove a Coleta da Solidariedade, que visa arrecadar recursos destinados aos programas sociais.
"Essa ação ajuda a concretizar e mostrar de forma concreta a importância da participação da sociedade. A coleta é feita em todo o Brasil, que coincide com a Coleta de Domingo de Ramos, início da Semana Santa. Tudo o que é recolhido nas igrejas e capelas é dividido. Metade vai para o Fundo Nacional administrado pela CNBB e outra metade fica na Diocese", explica.
Segundo o bispo, os recursos que ficam sob administração da Diocese são utilizados para concretizar um gesto. "Este ano, vamos entregar o dinheiro arrecadado à Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer, entidade que tem uma iniciativa muito importante, que beneficia milhares de oestanos no momento de combate e prevenção do câncer", afirma dom Mariano.
No ano passado, a Diocese de Mossoró arrecadou R$ 30 mil em doações durante a Coleta Solidária, sendo que R$ 15 mil foram empregados na implantação da Pastoral da Pessoa Idosa nas paróquias diocesanas.

Fonte; O Mossoroense