Papa escreve artigo para jornal americano sobre o Natal


O Papa Bento XVI atendeu, com disponibilidade, um pedido da redação do jornal americano Financial Times, solicitando um artigo com reflexões sobre o Natal. Segundo informou o Boletim da Santa Sé, essa foi mais uma ocasião para falar de Jesus e da Sua mensagem a um amplo público nesse momento do ano litúrgico cristão.

Acesse
.: NA ÍNTEGRA: Artigo do Papa sobre o Natal


No artigo intitulado “Tempo de empenho no mundo para os cristãos”, Bento XVI lembra que o nascimento de Jesus aconteceu na época do recenseamento ordenado por César Augusto, imperador conhecido por ter levado a paz a Roma. No entanto, ele destacou que aquela Criança, nascida na escuridão e longe do império, estava para oferecer ao mundo uma paz muito maior e verdadeira.  

O Pontífice reflete, então, que o nascimento de Cristo desafia a humanidade a repensar as suas prioridades, o seu modo de viver. “Ao fim de um ano que significou privações econômicas para muitos, o que podemos aprender da humildade, da pobreza, da simplicidade na cena do presépio?”, questionou.

Tendo em vista que o desejo de combater a pobreza, a ganância, a exploração e estabelecer a divisão igualitária dos recursos da terra é comum a tantas pessoas, o Santo Padre acredita que é possível uma grande e fecunda colaboração entre os cristãos e os outros. 

Por fim, o Papa lembrou que já não se vive mais em um mundo pagão, no qual as reivindicações de César pareciam impossíveis de ser desafiadas. O nascimento de Cristo, segundo explica o Pontífice, marcou o fim dessa antiga ordem. 

“Agora, há um novo Rei, que não confia na força das armas, mas no poder do amor. Ele traz esperança a todos aqueles que, como Ele mesmo, vivem às margens da sociedade. (...) Da manjedoura, Cristo nos chama a viver como cidadãos do Seu reino celeste, um reino que cada pessoa de boa vontade pode ajudar a construir aqui na terra.”

Fonte: Canção Nova