20 Anos do Martírio da Bem-Aventurada Irmã Lindalva


DIA 09/04/2013 - 20 ANOS DO MARTIRIO DA BEM-AVENTURADA IRMA LINDALVA

PROGRAMAÇÃO

18h - Matriz de Irmã Lindalva (Hora do Angelus), em seguida haverá nove terço que será celebrado em nove residências distintas.

19h30h - Celebração Eucaristica na Matriz em Assu.
Lindalva Justo de Oliveira nasceu em 20 de outubro de 1953, no pequeno povoado – Sítio Malhada da Areia, Município de Açu, Estado do Rio Grande do Norte.


História- Vida e martírio de Irmã Lindalva
Após o falecimento do pai, em 1982, Lindalva quis concretizar o seu desejo de doar-se a Deus na vida Consagrada. Em 1987, no mesmo ano em que recebeu o sacramento da Crisma, pediu para ser admitida no Postulado, na Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. Seu pedido foi aceito no ano seguinte.
Após cumprir as etapas do postulado e do noviciado, em 26 de janeiro, Irmã Lindalva foi enviada em missão para o Abrigo Dom Pedro II, em Salvador, recebeu o ofício de coordenar uma enfermaria com 40 idosos e ficou responsável pela ala do pavilhão masculino. Ofício que desempenhou com muita dedicação.
Foi numa Sexta-feira Santa, 09 de abril de 1993, enquanto se preparava para servir o café da manhã, que Irmã Lindalva foi brutalmente assassinada por Augusto Peixoto, 46 anos, um dos internos do abrigo, por ela não ter correspondido ao amor que ele dizia sentir por ela. Sete de janeiro ficou definida como a data dedicada à religiosa.