Visita dos Bispos ao acampamento "Edivan Pinto" na Chapada de Apodi- RN.

Os bispos chegam ao Acampamento "Edivan Pinto"
Lutar e Resitir pela Chapada do Apodi
Mais de mil famílias estão no Acampamento. 

Uma cruz foi fixada no Acampamento




Pe Talvacy, Yuri e Pe Francinaldo Macário
Dom Mariano, Dom Jaime e Padre Flávio


A Província Eclesiástica do RN – composta pelo arcebispo de Natal, dom Jaime Vieira Rocha, pelo bispo de Mossoró, dom Mariano Manzana e o administrador diocesano de Caicó, padre Ivanoff da Costa Pereira – realizou ontem, às 16h30,  Visita Pastoral ao acampamento "Edivan Pinto", na Chapada do Apodi. O objetivo foi conhecer  ( in loco) a realidade dessas famílias. 


Entenda o caso :

O Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS0 está capitaneando o projeto de irrigação Santa Cruz do Apodi, na região da Chapada do Apodi. O projeto pretende aproveitar cerca de 300 mil hetcares desapropriados para a implantação de um programa de fruticultura irrigada.  Na localidade, compreendendo a área a ser desapropriada, hoje habitam cerca de 800 famílias divididas em 30 comunidades rurais.
Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Apodi, Francisco Edilson Neto, os hectares deveriam ser desapropriados para o povo e não para algumas empresas. “A Chapada já teve agronegócio e não funcionou. E agora pedimos aos bispos que possam intermediar o nosso pleito junto ao Governo Federal, mostrando um projeto que há 20 anos funciona como agricultura familiar”, desabava Edison.
“Não somos contra o progresso, mas ele precisa priorizar a vida e a dignidade das pessoas”, explica Dom Mariano Manzana, bispo da Diocese de Mossoró.