Nova Paróquia: Rede de Comunidades


 
 


O bispo Dom Mariano Manzana começou a Visita Pastoral em 2010 e conclui agora no mês de novembro, na Paróquia de Santa Luzia. Foram três anos visitando todas as paróquias que compõem a Diocese de Mossoró, desde as capelas mais distantes, escolas, universidades, hospitais, penitenciárias, delegacias, doentes, idosos, crianças. Um contato direto do pastor com suas ovelhas. Eu sou o bom pastor, conheço as minhas ovelhas e elas me conhecem, assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai e dou a minha vida pelas ovelhas. (Jo 10,11) 
Dom Mariano, por onde tem passado, deixa nos corações dos padres e de seus  paroquianos  a meta sonhada pelos bispos, que é dar um novo rosto às paróquias, ou seja, que as paróquias  se transformem numa rede de comunidades. Uma Igreja missionária, capaz de iniciar tendo como centro a Palavra de Deus e se tornar uma rede de comunidades a serviço da vida.   
Para que as pessoas entendam melhor, Dom Mariano Manzana tomou como exemplo uma mesa redonda onde todos sentam e se  acomodam de forma igual. Ou seja, a ideia é que tudo aconteça não somente na matriz e sim em toda a área da paróquia. A paróquia, como comunidade  de comunidades, precisa integrar as comunidades religiosas, as associações, as CEBs, os movimentos, as pastorais sociais, as novas comunidades, os hospitais, as escolas e as universidades, além das comunidades ambientais.
O bispo reforça  nos vários encontros durante as visitas que a renovação no modo de ser paróquia é “realidade que clama por uma nova organização, especialmente articulada em pequenas comunidades capazes de estabelecer vínculos entre as pessoas que convivem na mesma fé”.  Dom Mariano reforça que uma boa liturgia e pastorais organizadas são alicerce para esse novo rosto das paróquias e revelam que há muita sede entre as pessoas e que compete às paróquias como rede de comunidades facilitar o acesso a essa Água Viva que é Cristo. No encerramento da Visita Pastoral da Paróquia de São Manoel, dia 22 de setembro, Dom Mariano reforçou: “A liturgia nesta paróquia é feita com bastante zelo, cuidado e carinho e de fato a evangelização acontece à luz desta pastoral, que para a Igreja é a mais importante. Dom Mariano  reforça ”feliz a comunidade que é um poço dessa Água Viva do qual todos podem se aproximar para saciar sua sede”.