Vaticano comenta relatório da ONU referente à pedofilia.



A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou um comunicado, nesta quarta-feira, 5, sobre um relatório publicado pela Organização das Nações Unidas (ONU) referente a casos de pedofilia envolvendo membros da Igreja.
Em 16 de janeiro deste ano, a Santa Sé apresentou um relatório referente à aplicação da Convenção sobre os Direitos da Criança em seus territórios. Hoje, a ONU divulgou suas observações conclusivas em relação a esse relatório.
Confira a íntegra do comunicado
Ao término de sua 65ª Sessão, o Comitê para os Direitos da Criança publicou as suas Observações Conclusivas sobre os examinados relatórios da Santa Sé e de cinco Estados Partes à Convenção sobre Direitos da Criança (Congo, Alemanha, Portugal, Federação Russa e Iêmen).
Segundo os particulares procedimentos previstos para as partes da convenção, a Santa Sé toma nota das Observações Conclusivas sobre seus relatórios, as quais serão submetidas a minuciosos estudos e exames no pleno respeito da convenção, nos diferentes âmbitos, apresentados pelo comitê segundo o direito e a prática internacional, bem como tendo em conta o debate público interativo com o comitê desenvolvido em 16 de janeiro de 2014.
A Santa Sé lamenta, no entanto, ver, em alguns pontos das Observações Conclusivas, uma tentativa de interferir no ensinamento da Igreja Católica sobre a dignidade da pessoa humana e no exercício da liberdade religiosa.
A Santa Sé reitera o seu compromisso em defesa e proteção dos direitos da criança, em linha com os princípios promovidos pela Convenção sobre Direitos da Criança e segundo os valores morais e religiosos oferecidos pela Doutrina Católica.
Fonte: Canção Nova