Agenda Diocesana da CF 2014: Dom Mariano Manzana recebe autoridades e imprensa no bairro Santo Antonio.











A Campanha da Fraternidade 2014 foi aberta oficialmente na manhã desta segunda-feira (10), com entrevista coletiva do Bispo Dom Mariano Manzana e autoridades locais, na Unidade de Atendimento Familiar, no bairro Bom Jardim, zona norte de Mossoró.
O tema da campanha é Fraternidade e o Tráfico Humano. O Bispo afirma que a campanha visa conscientizar de que a vida humana não se pode se resumir a uma mercadoria.
“O corpo humano não pode se resumir a mercadoria, que se vende, troca, negocia. A nossa sexualidade, os nossos órgãos são sagrados. Não se pode mercantilizar, por valor algum”, declarou o Bispo Dom Mariano.
O cartaz da campanha enfatiza ainda que ‘É para a liberdade que Cristo nos libertou’. Dom Mariano explica que esse ponto enfatiza que não se pode haver negociação de uma vida humana, já que a liberdade de viver foi um dos itens mais importantes do cristianismo.
“A liberdade que nos foi dada não pode ser negociada, por nada. Liberdade não se vende e dignidade não se aprende. Temos que restituir a pessoa humana à sua liberdade. Temos que resgatar a dignidade da pessoa humana, que contrapõe com a mercantilização”, enfatizou.
Dom Mariano enalteceu ainda a importância de autoridades na abertura da Campanha da Fraternidade, visto que a Igreja tem o papel apenas de fazer com que a sociedade observe o problema, mas para analisar números e realizar ações de combate ao tráfico humano faz-se necessário a atuação de órgãos responsáveis. Na ocasião estiveram presentes representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Polícia Civil e Políticos.
“O papel da Igreja não pode ser o de julgar o problema. Temos órgãos dentro da sociedade civil para isso. Então, os convidamos para que as ações no combate ao tráfico humano sejam realizadas”, ressaltou.

Fonte: Jornal de Fato