Seminarista Miquéias Pascoal manda notícias sobre missão na Amazônia




"Viver com o povo curuaense, paraense e amazonense tem sido uma alegria imensa. São poucos dias ainda, mas já vivi muitas coisas boas. Não me abriram somente as portas da Igreja e da casa paroquial, mas abriram-me o seu coração. Cada seja bem-vindo é repleto de sorriso e muita acolhida. Em visita às comunidades e celebrando com eles, vejo que fazem realmente das celebrações dominicais a festa da páscoa semanal. Diante da falta de padres na região, os leigos não desanimam, mas assumem verdadeiramente a comunidade e fazem a Igreja crescer. A simplicidade desse povo me encanta. Diante do sofrimento, de ser preciso refazer a vida a cada ano por conta das enchentes do rio, não desanimam na fé, vivem com alegria. Celebrar com eles, viver com eles tem sido uma desconstrução de muita coisa para se refazer. Como afirma Santo Inácio de Loyola: Em tudo amar e servir. Estou aprendendo a amar esse povo com toda sua simplicidade e beleza".