Papa lamenta ataque em Igreja na França

O Papa Francisco lamentou o assassinato de um padre na manhã  de ontem,terça-feira, 26, na França. Dois homens armados com facas entraram na igreja de Saint-Etienne de Rouvray, perto de Rouen, e tomaram como reféns o pároco, duas religiosas e dois fiéis durante a missa, por volta das 10h (horário local).
“É uma notícia terrível, que se soma a uma série de violências que nestes dias já abalaram todos nós, gerando imensa dor e preocupação. Acompanhamos a situação e aguardamos novas informações para tentarmos entender o que aconteceu”, declarou o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi.
“O Papa está informado e participa da dor e do horror por esta violência absurda, condenando radicalmente toda forma de ódio”, acrescentou o sacerdote.
Segundo a Santa Sé, “o episódio abala ainda mais por ter ocorrido em uma igreja, local sagrado em que se anuncia o amor de Deus, onde foi barbaramente morto um sacerdote e envolvidos alguns fiéis”.
Ainda na declaração, padre Lombardi manifesta a proximidade da Santa Sé à Igreja na França, à arquidiocese de Rouen, à comunidade atingida e ao povo francês.