"Ide, fazei todos meus discípulos, ensinando-os a observar tudo que vos ordenei" Mt 28,20





            O mandato missionário de Jesus a sua Igreja, antes de subir aos céus, supra-citado na narração do Evangelho de São Mateus, vem ao longo dos tempos se realizando em nossa Diocese, de diversas maneiras.
 No dia 02 do corrente mês, temos a alegria de celebrar 80 anos de história do nosso Seminário Diocesano, que tem como padroeira Santa Teresinha. Criado por Dom Jaime de Barros Câmara, primeiro bispo, o seminário tem se tornado celeiro de vocações sacerdotais que semearam o Evangelho em todo o oeste potiguar. Aqui trazemos à memória bispos e padres formados em nosso seminário, de modo particular aqueles que nos precederam na vida eterna.
Associado ao seminário na missão do ensino confiada por Jesus, temos o centenário colégio que traz o nome e invocação de nossa padroeira Santa Luzia, que tem formado gerações, homens e mulheres que hoje assumem diversas atividades na sociedade. Neste sentido, não poderíamos deixar de pontuar a importância, desenvolvimento e benefício da Faculdade Diocesana de Mossoró, não apenas para a Igreja, mas para a sociedade civil, no que diz respeito ao amadurecimento do pensamento humano, profissionalização, qualificação de homens e mulheres nas várias áreas da atividade humana. Após aprovada, reconhecida e pontuada pelo Ministério da Educação com alto conceito, contamos hoje, além do curso de Teologia, com mais três cursos distintos em suas áreas: Ciências Contábeis, Psicologia e Fisioterapia.
Sentimo-nos felizes por podermos consolidar a atuação da Diocese na área do pensamento humano, educação católica, formação de novos sacerdotes, cumprindo um mandamento missionário de grande responsabilidade, oferecendo ao mundo aquilo que o Senhor mesmo nos confiou. “Aquilo que vimos e ouvimos, nós vos anunciamos”(1Jo, 1,3). É mais uma oportunidade, um leque que se abre para a formação humana que incidirá na valorização da pessoa humana, no reto desenvolvimento social e progresso dos povos. Mais um meio de inclusão e promoção da vida. Bendito seja Deus. E que cada um encontre nesses meios aquilo que nos pediu o Senhor Jesus ao nos confiar a missão de educar. Deus abençoe a todos.

 Dom Mariano Manzana

*Fonte: Jornal A Luz de fevereiro/17