Missionários do 4º Retiro das SMP se prontificam a partilhar conhecimento nas comunidades

   




“Servo bom e fiel”.  Com essa frase o Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana encerrou o 4º Retiro das Santas Missões Populares, que reuniu cerca de 800 missionários (as) de todas as paróquias da Diocese no Carecão, em Mossoró. 
Durante quase três dias os missionários participaram de cinco oficinas com as temáticas Canto Litúrgico, Ofício Divino, Leitura Orante da Palavra de Deus, Celebração da Palavra e Iniciação à Vida Cristã. As oficinas contaram com assessoria da Equipe Diocesana de Liturgia sob a coordenação de Padre José Janedson e de um dos coordenadores do projeto das Santas Missões, seminarista Miqueias Pascoal.
No encerramento, os grupos fizeram uma síntese das oficinas, que classificaram como um presente que trouxe mais conhecimento, descobertas, partilha e aprofundamento dos temas que serão partilhados em suas comunidades com afinco e entusiasmo.
Foi repassado por Miqueias que o material visto no retiro estará sendo disponibilizado no blog da Diocese como também foi para os retiros paroquiais a leitura do documento Sacrosanctum Concilium e durante os retiros serão realizadas duas oficinas - Celebração da Palavra e Canto Litúrgico - e será enviada para as paróquias uma ficha para as comissões missionárias que deverão ser respondidas e enviadas e também que os missionários devem intensificar a leitura do Evangelho de Mateus.
Nas palavras de encerramento, o Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana retirou de sua pasta um caderno amarelo da missionária Marta, de Rodolfo Fernandes, com todo o Evangelho de Mateus escrito e lembrou que conhecimento da Escritura Sagrada é conhecimento de Cristo Jesus. Elogiou dona Marta e tantas outras pessoas da Diocese que escrevem o evangelho. O bispo passou para os presentes que, a partir de janeiro, no programa A Vida é Missão, na Rádio Rural de Mossoró e através do jornal A Luz serão disponibilizadas perguntas sobre o Evangelho de Mateus como sinal de fixação de aprendizado do evangelho estudado. Dom Mariano ressaltou a importância do leigo na sua comunidade e na vida da Igreja, lembrou o início do Ano Nacional do Laicato e pediu para que as pessoas possam se envolver cada vez mais assumindo o seu protagonismo que foi dado pelo batismo e lembrou a frase do Papa Francisco: "Prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças”. Ressaltou a importância do Ofício Divino nas comunidades onde pode ser rezado independente da presença do sacerdote. "Ficamos tristes com as inúmeras capelas fechadas onde a comunidade poderia estar reunida para o Ofício Divino por elas mesmas rezado, o que faria a nossa Diocese dar um salto muito grande na evangelização", reforçou o bispo para uma plateia atenta de missionários (as) que também se prontificaram a repassar o conteúdo do retiro para suas comunidades. A quinta edição do Retiro das SMP será realizada nos dias 18 e 19 de  maio de 2018, com o tema "A organização da comunidade".