Jornada de Espiritualidade do Clero discute Pastoral Presbiteral e Diretório Administrativo da Província









O Clero da Diocese de Mossoró está reunido para mais uma Jornada de Espiritualidade, que acontece hoje e amanhã. Durante toda a tarde desta segunda-feira, nas dependências do Colégio Diocesano, foi discutida a retomada da Pastoral Presbiteral na Diocese e para isso houve um aprofundamento do texto “Pastoral presbiteral: atenção e cuidado com o novo presbítero católico”, do Padre Jésus Benedito dos Santos, que será um dos assessores da 17ª edição do Encontro Nacional de Presbíteros, 26 de abril a 02 de maio, no Santuário Nacional, em Aparecida/SP. Os padres Ervion Maia e Rierson Carlos estarão representando o clero neste importante encontro.
Segundo Padre Erivon Maia, a ideia da Diocese é a volta da Pastoral Presbiteral, para que se tenha um  cuidado global  com o ministério sacerdotal frente aos novos desafios, relacionamentos, vida intelectual, financeiro-administrativo da Paróquia e a mística do cuidado . “Para isso contamos com o apoio importante de nosso Bispo Dom Mariano Manzana tanto em relação aos padres mais idosos como aos novos que estão chegando. Um padre bem assistido e melhor acompanhado vai se sentir mais fortalecido para realização de sua função e de sua missão de evangelizar”, afirma Padre Erivon Maia. Opinião compactuada pelo pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Padre Rierson Carlos, que   ressalta  o lema do Encontro Nacional  “Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho, pois o Espirito Santo vos constituiu como guardiães” (At 20,28). “O padre é humano e precisa ser cuidado. Estamos no dia a dia da paróquia, da comunidade, muitas vezes lidando com os problemas das pessoas, mas também temos os nossos e precisamos de atenção”, ressalta Padre Rierson, que relembra trechos de uma entrevista do Padre Jésus Benedito sobre a mística do cuidado que deve ter a visão global de ser humano. Dessa forma, ela não pode privilegiar somente o aspecto espiritual ou social e sim visar a totalidade do ser humano, englobando não só a doutrina, mas a humanização do ser humano, a inclusão social, a preservação da existência humana, a libertação de toda forma de escravidão, ajudando cada ser humano a alcançar a felicidade, a partir da espiritualidade cristã.
Então, é uma mística que leva em consideração a valorização dos carismas, a capacidade de cada membro da comunidade, sua experiência de Deus. É centrada no espírito de Deus.
Dessa forma, traduz-se em algo que irá ajudar os presbíteros católicos e, no caso, para uma melhor realização de sua função e de sua missão no meio do povo de Deus.
A Jornada de Espiritualidade do Clero será encerrada nesta terça-feira com um almoço, mas antes Pastoral Presbiteral e Diretório Administrativo da Província  serão temas de discussão.