Coleta da Solidariedade da CF 2018 beneficia Pastoral Carcerária







O Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana repassou para a Pastoral  Carcerária, na manhã dessa quinta-feira, dia 17,  o cheque de R$ 28.555,85, fruto da “Coleta da Solidariedade” da Campanha da Fraternidade 2018, que ocorre todos os anos no Domingo de Ramos. A entrega do cheque ocorreu durante uma coletiva de imprensa, às 10h, no auditório da Cúria Diocesana, em Mossoró/RN.      
Dom Mariano Manzana mostrou aos presentes, padres, imprensa e representantes das pastorais e comunidades o valor arrecadado pelas paróquias:
  
R$ 57.111,70 - total
R$ 22.844,68 - repasse para a CNBB ( 40% do total)
R$ 28.555,85 -  repasse para o Lar da Criança Pobre (Pastoral Carcerária)- 50% do valor total   
R$   5.711,17  - repasse para o Regional Nordeste II ( 10% do total)

  A coordenadora do Lar da Criança Pobre, que atua há 38 anos em Mossoró, Irmã Hellen, agradeceu e chamou a atenção para a situação difícil dos encarcerados, suas famílias, muitas vezes desestruturadas, a falta de oportunidade quando recebem a liberdade, muitos dos encarcerados são vistos como o lixo da sociedade, e o papel especial da Pastoral Carcerária, que busca, em meio a todo esse cenário, levar conforto e luz através das visitas dos membros  e da própria Palavra de Deus.  
Dom Mariano Manzana agradeceu a todos os fiéis que participaram da Coleta da Solidariedade 2018, que simboliza partilha, solidariedade e amor. Ele lembrou  que, à  luz do Documento de Aparecida, o trabalho da Pastoral Carcerária é ser Igreja nos cárceres. Como Deus visitou o seu povo, como Jesus fez da visita uma de suas atividades missionárias, a pastoral visita para ir ao encontro de Cristo encarcerado (Eu estava preso e vocês foram me visitar – Mateus 25).