A sabedoria é um espírito amigo do ser humano





A Igreja Católica no Brasil celebra neste mês de setembro o Mês da Bíblia. A data foi instituída em 1971, em ocasião dos 50 anos de fundação da Arquidiocese de Belo Horizonte, em Minas Gerais.
Setembro foi escolhido para ser o mês da Palavra do Senhor porque é nele que recordamos, no dia 30, a memória de São Jerônimo, responsável por traduzir a Bíblia dos textos originais, em hebraico e grego, para o latim.
Na época, a comemoração foi criada com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das diversas formas de presença da Bíblia, na ação evangelizadora da Igreja no Brasil. O projeto foi, então, assumido pelo Serviço de Animação Bíblica – Paulinas (SAB), até ser encabeçado pela Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) e alcançar âmbito nacional, em 1985.
Desde este período, foi proposto o estudo e a reflexão de um livro da Bíblia ou parte do livro durante o mês de setembro. Essa proposta foi propagada em todos os anos, contribuindo no crescimento da animação bíblica de toda pastoral, fazendo com que o cristão se aproxime mais da Palavra de Deus, não só neste tempo, mas durante todos os dias.
O livro escolhido para ser aprofundado neste Mês Bíblico de 2018 é o da Sabedoria, mais especificamente a primeira parte. E para auxiliar neste estudo, a Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB lançou dois subsídios que carregam o tema e o lema do Mês Bíblico deste ano, que são respectivamente: “Para que n’Ele nossos povos tenham vida” e “A sabedoria é um espírito amigo do ser humano”.
O primeiro subsídio é o Texto-Base, que o tema e lema do Mês Bíblico aborda na primeira parte; apresenta, já na segunda parte, um roteiro para a compreensão das cinco unidades literárias que formam a primeira parte do Livro da Sabedoria; e por último, o subsídio oferece o desafio de ler o Livro da Sabedoria.
O outro subsídio é um Roteiro de Encontros Bíblicos, que traz um cronograma para as cinco celebrações de encontros bíblicos e sugestões de cantos litúrgicos. Vale destacar que os livretos podem ser encontrados no site das Edições CNBB, site: http://www.edicoescnbb.com.br.
Para intensificar as celebrações comemorativas deste mês, e também com o propósito de aproximar os fieis da Palavra de Deus, o arcebispo de Brasília e Presidente da Conferência Nacional dos bispos do Brasil, dom Sergio da Rocha, deixou uma breve reflexão e, ao mesmo tempo, um convite para dedicarmos mais tempo à Palavra de Deus.
“Qual é o tempo que dedicamos à leitura e à meditação da Bíblia? Qual é o lugar que ocupa a Bíblia na sua vida e na vida da sua família? Estamos iniciando o mês especialmente dedicado à Bíblia. Nele, somos convidados a refletir sobre como temos escutado e praticado a Palavra de Deus. Não podemos caminhar sem a luz da Palavra de Deus que orienta os nossos passos. Neste mês, temos um tempo mais intenso de exercício espiritual bíblico para continuar a dar a devida atenção à Palavra no ano todo. É necessário dedicar mais tempo à leitura orante da Bíblia para por em prática a Palavra de Deus. Por isso, leia a Bíblia, ainda que um breve trecho, todos os dias!”, enfatizou dom Sergio.