Assembleia Diocesana de Pastoral é encerrada com definição de vários passos das Semanas Missionárias








   
A Diocese de Mossoró encerrou, na manhã deste domingo, dia 18, a sua Assembleia Diocesana de Pastoral, que aconteceu de 16 a 18, no Centro de Treinamento, em Mossoró. Além de refletir a caminhada da Diocese, buscou definir o calendário das Semanas Missionárias, que começam no próximo ano. Contou com um grande número de participantes vindos de todas as paróquias da Diocese, dentre eles padres, religiosos e religiosas, seminaristas e leigos.
No primeiro dia tivemos a abertura da Assembleia marcada pela profissão de fé dos seminaristas Antoniel Alves da Silva, Carlos Ítalo Aires Nogueira, Miquéias Pascoal Lima Carvalho, Rafael Andrade da Silva e José Mário Viana, na Capela de Santa Teresinha, que serão ordenados diáconos no dia 16 dezembro, na Catedral de Santa Luzia. Após a Santa Missa foi a abertura da Assembleia com uma palestra sobre “Missão e cooperação missionária (Estudo 108 CNBB)”, proferida pelo seminarista Antoniel Alves. Depois o assessor das Santas Missões Populares, seminarista Miquéias Pascoal, apresentou o esboço do Subsídio Missionário, que servirá de farol para as Semanas Missionárias,  que acontecerão de 2019 a 2022, em toda a Diocese. Após a apresentação do documento, os participantes foram divididos em grupos ou oficinas de estudo sobre o Subsídio. O segundo dia da Assembleia foi intenso, mais um momento de olhar o Subsídio e a realização da plenária das oficinas. Os grupos apresentaram várias ideias e propostas para melhorar o documento como também a própria divulgação. A Paróquia de Pau dos Ferros será a primeira a realizar a Semana Missionária, de 16 a 24 de março, e durante a Assembleia apresentou o tema “Atraídos por Cristo enviados em missão!” com banner e o passo a passo para a realização. A segunda paróquia será Grossos. No período da tarde, Santa Missa de dedicação do altar da Capela de Santa Teresinha e, à noite, confraternização entre os participantes com brincadeiras, boa música e sorteios de brindes.
No encerramento, domingo, dia 18, aconteceu uma ampla discussão em torno do calendário das Semanas Missionárias, criação de uma comissão para acompanhar de perto todo o processo, envolvimento das paróquias e como divulgar as Semanas Missionárias de forma que mais e mais pessoas se envolvam e sejam tocadas pela missão. Dom Mariano adiantou algumas datas para o calendário de atividades diocesanas para o próximo ano e  reforçou que a Diocese vive um tempo forte de missão, mas que não deve limitar-se às Semanas Missionárias e sim ser uma Igreja em estado permanente de missão. “Que cada visita, cada encontro, cada gesto nas Semanas Missionárias nos ajudem a encontrar em Jesus o sentido e horizonte de nossas vidas hoje e sempre”, reforçou o bispo. A Assembleia foi encerrada em plena Catedral de Santa Luzia com Santa Missa coroando os três dias de Assembleia e motivação para que cada um possa ser sal, luz e fermento em seu cotidiano. 



Definições da Assembleia Diocesana de Pastoral:

  • Intensificar os estudos do Evangelho nas paróquias;
  • Intensificar o estudo do documento 105 CNBB - Cristãos Leigas e Leigos na Igreja e na Sociedade ( Mateus 5,13-14);
  • Visitas da equipe do COMIDI nas paróquias para organização das Semanas Missionárias, que acontecerão de 2019 a 2022;
  • Articulação de uma comissão para trabalhar e acompanhar as  Semanas Missionárias;
  • Organização de um Plano de Ação para as Semanas Missionárias;
  • Edição comemorativa de uma Bíblia Sagrada das Santas Missões Populares - 10 anos depois;
  • O jornal A Luz da Diocese de Mossoró (mensal) ganhará mais duas páginas dedicadas às Semanas Missionárias;
  • Colocar em prática o calendário das Semanas Missionárias.