Missa em Ação de Graças pelos 118 anos do Colégio Diocesano e 09 anos da Faculdade Católica do RN



 


 
 





A história do Colégio Diocesano Santa Luzia, iniciada em 2 de março de 1901, foi celebrada em seus 118 anos durante Missa em Ação de Graças na manhã desta quinta-feira, 28, presidida pelo Bispo Dom Mariano Manzana no Ginásio Carecão. Colaboradores, ex-funcionários, alunos, ex-alunos e as famílias prestigiaram este momento, que também marcou os 9 anos de fundação da Faculdade Católica do Rio Grande do Norte.
“Esta é uma oportunidade para agradecer àqueles que construíram os 118 anos desta Instituição. Muita gente se dedicou ao longo desse tempo, para que a escola pudesse ser referência em educação. Vamos trabalhar incessantemente para que a história do Diocesano, assim como da Faculdade Católica, que chega aos seus nove anos de fundação dia 1º de março, continue orgulhando a todos. Rezem por nós sempre”, pediu Pe. Charles Lamartine, 22º diretor do Diocesano, também diretor geral da Faculdade Católica do RN.
Pe. Sátiro Cavalcanti Dantas, hoje diretor emérito da escola e que há mais de 60 anos se dedica à instituição, mostrou sua gratidão aos que escreveram a história do colégio. “O dia 2 de março de 1901 está presente na história das famílias mossoroenses. Sim, essa data marcou a educação da cidade e até hoje está sendo lembrada. Muitos diretores passaram nesta escola, muitas equipes conduziram a missão do Diocesano, muitos alunos foram formados nessas salas de aula. Obrigado às famílias, muito obrigado à equipe de profissionais atuais que mantém viva a história, ao lado de Pe. Charles. Tudo isso é resultado do trabalho feito em equipe”, agradeceu.
Representantes da arte e cultura do Colégio Diocesano, a Fanfarra Marcelo Emílio, o Coral Santa Luzia e o Grupo Diocecena tiveram participações especiais em momentos da celebração. A Imagem de Santa Luzia e Nossa Senhora da Conceição foram conduzidas por alunos da escola e da faculdade.

HISTÓRIA - O Colégio Diocesano Santa Luzia foi fundando no dia 2 de março de 1901, por Dom Adaulto Aurélio de Miranda, em homenagem à padroeira de Mossoró. O primeiro diretor foi o Cônego Estevam José Dantas e sua primeira sede localizava-se à Praça Vigário Antônio Joaquim, onde está atualmente a sede do Banco do Brasil. Em 1956, foi inaugurado o novo prédio, local onde a escola funciona atualmente.

Fonte: Colégio Diocesano