Uma força-tarefa para debelar os focos de incêndio na Serra do Lima, em Patu/RN


                                                              fotos- Alex Calixta





O Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana e o Vigário Geral Padre Flávio Augusto estiveram participando de uma importante reunião, na manhã desta quarta-feira, 18, no gabinete de crise instalado nas dependências do Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, em Patu. Na oportunidade, foram discutidas mais medidas para debelar os vários focos de incêndio espalhados pela região da Serra do Lima, que vêm ocorrendo desde a última segunda-feira, dia 16. Uma verdadeira força-tarefa com representantes do Governo do Estado, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Prefeitura de Patu, Igreja, comunidade e voluntários atuando de forma conjunta para combater os incêndios e buscar a recuperação da natureza que reveste a serra, que está sendo atingida pelo fogo.
Segundo o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Monteiro Júnior, em 1964, também foi registrado um incêndio com essas proporções na Serra do Lima. No momento, a situação é delicada, já que os trabalhos ao longo da manhã conseguiram controlar a situação, mas novos focos estão surgindo. ”Nossa equipe é altamente capacitada e, desde segunda, bombeiros militares das cidades de Caicó e Mossoró com viaturas de combate à incêndio atuam na extensão da Serra”, ressaltou Monteiro.
Um dos momentos mais críticos foi registrado nessa quarta-feira, segundo o reitor do Santuário, Padre Luis Telmo Feitosa, quando as chamas se aproximaram muito do Santuário. “Foi um momento muito tenso, inclusive, me emocionei muito, mas graças ao nosso bom Deus e a intercessão de Nossa Senhora dos Impossíveis o pior não aconteceu e conseguimos fazer um isolamento do Santuário”, relata o reitor. Ele lembra que a maior lição desse momento tão difícil é a solidariedade. “Solidariedade do povo de Patu, equipes da Prefeitura, cidades vizinhas, anônimos, muitos voluntários e agora essa força-tarefa do Governo do Estado.  Uma união bonita para salvar a Serra de Patu”, comenta o padre, ao lado do bispo Dom Mariano, que ressaltou que toda essa ajuda só reforça os valores que estão dentro do coração do sertanejo. O bispo agradeceu todo o esforço do Governo do Estado, Prefeitura de Patu e dos voluntários pelo incansável combate e frisou dentro da Igreja de Nossa Senhora dos Impossíveis "Deus lhes pague".