O Tempo do Advento




O Tempo do Advento é um tempo em que nos colocamos em atitude de alegre e vigilante expectativa pela vinda do Reino entre nós. As leituras deste tempo mostram isso, o povo que se volta, que espera, que permanece fiel, na expectativa da vinda do Messias, como os personagens Isaias, Zacarias, Maria, João Batista e Simeão.
Apresentado no início do ano litúrgico, o Tempo do Advento relaciona-se com a proposta da Igreja que se faz presente no mundo e anseia pela vinda do Senhor, mas enquanto sua vinda não se faz plenamente, celebra, louva e distribui os sacramentos, na esperança de sua plena concretização.
Celebrar no Tempo do Advento é manifestar no rito e na vida um momento novo para a humanidade nova, para o mundo novo. Alguns símbolos, gestos e ações simbólicos e rituais podem nos ajudar a expressar intensamente a verdade da espera em nossas celebrações. A escuta e oração com a Palavra, a comunidade reunida para a oração, sinal da espera e da chegada do Senhor, os cantos, a cor roxa, a coroa do Advento. A Novena do Natal, feita em grupos, há anos realizada em todo o Brasil, é uma maneira de intensificar a espera e alimentar a esperança da libertação com cantos, orações, meditação da Palavra, gestos de solidariedade e compromisso com os mais pobres.
Portanto, viver o Advento é viver com uma alegre espera, na feliz expectativa da realização do Reino de Deus entre nós. Nossa atitude é de termos a cabeça erguida, de estarmos despertos e acordados, como diz São Paulo na Carta aos Romanos, a fim de que percebamos no decorrer da história os sinais de libertação onde está o verdadeiro Sol do Oriente, que ilumina todos os povos que andam por entre as trevas, conforme canta Zacarias.


Pastoral Litúrgica Diocesana
Diocese de Santa Luzia
Jornal A Luz de dezembro/2019