Série: “A comunidade prepara a Quaresma” – Os Evangelhos em cada domingo

Durante o período da Quaresma, são cinco domingos que a Igreja oferece na preparação para a Páscoa. Diante da realidade em que muitos dos fiéis só participam da missa aos domingos, a série de matérias sobre a preparação para a Quaresma com dom José Luiz Majella Delgado apresenta agora como os evangelhos de cada domingo podem favorecer estas pessoas que não estão envolvidas na dinâmica das comunidades, mas que frequentam as missas dominicais, a vivenciarem com mais plenitude o tempo quaresmal.
“Estamos no ano A e as leituras dominicais deste ano vão estar sempre nos conduzindo ao Batismo, preparando aqueles que serão batizados e levando a comunidade a tomar consciência do compromisso do seu batismo”, explica dom José Luiz.
Dom Majella ao centro. Foto: CNBB/Adielson Agrelos
O arcebispo de Pouso Alegre (MG) e membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), sublinha que a narrativa do Evangelho dos dois primeiros domingos sempre é o mesmo em todos os anos litúrgicos: o primeiro da tentação de Jesus (neste ano em Mt 4,1-11). “A equipe deve conduzir a meditação das tentações do poder, da posse e do prazer”. No segundo domingo, a Transfiguração do Senhor (neste ano em Mt 17,1-9). “Refletirmos sobre o humano de Jesus, refletir com essas pessoas a valorizar o ser humano e, neste ano, temos uma grande oportunidade com a Campanha da Fraternidade ao trabalhar o humano, valorizar a vida nas suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica”, afirma do José Luiz.
Nos outros três domingos, a perspectiva está voltada para o Batismo, quando os textos – extraídos do Evangelho Segundo São João – indicam os três elementos batismais: água, luz e vida nova.
  • 3º Domingo da Quaresma – (Jo 4,5-42): episódio da samaritana, oferta da água viva;
  • 4º Domingo da Quaresma – (Jo 9,1-41): o cego de nascença, a luz;
  • 5º Domingo da Quaresma – (Jo 11,1-45): ressurreição de Lázaro;
 “Vida nova em Cristo é renovar o seu batismo. Assim, estaremos motivando essas pessoas e toda a comunidade para a grande celebração da Vigília Pascal, quando estaremos renovando as promessas do nosso batismo”, ressalta dom Majella. O arcebispo ainda destaca a ação pedagógica que a Igreja oferece: “nos domingos da quaresma, vamos aprofundando a nossa vida batismal e, assim, renovar o compromisso do nosso batismo na noite da Páscoa. Vai ser para nós uma grande conquista e um grande projeto para continuar o ano cristão”.
Segundo dom José Luiz Majella Delgado, a Quaresma deve conduzir os fiéis a viverem a medida do amor, “e, para o cristão, a medida do amor é amar o próximo”. Os textos dos evangelhos de cada domingo da Quaresma, reforça dom Majella, favorecem a compreensão de que “enfrentamos a tentação de sempre querer nos afastar dos compromissos ou nos afastar de Jesus; que somos pessoas humanas e, como pessoas humanas, somos chamados por Deus a viver a nossa vida em Deus através do nosso batismo, com os três elementos água, luz e vida nova.
Que possamos então conduzir nossos irmãos e irmãs para uma vida de Quaresma na preparação para a Páscoa do Senhor com o grande propósito como traz para nós a Campanha da Fraternidade deste ano, mediante a compaixão com o irmão – “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” – nós estaremos construindo, percorrendo um novo tempo na nossa vida, sendo alimentado pelo espírito da Quaresma”.

Fonte|: CNBB