Diocese de Mossoró ordena mais dois padres

 








Um mês de novembro especial para a Diocese com a ordenação de dois padres. Sob a imposição das mãos do nosso Bispo Diocesano, Dom Mariano Manzana, serão ordenados os  diáconos Valdércio Márcio da Silva Oliveira e Manoel Pereira Henrique de Araújo Neto. Conversamos com os  diáconos e apresentamos aqui um pouco de seus caminhos vocacionais, etapa formativa, espiritualidade, vida pastoral até chegar a tão esperada ordenação presbiteral.

 

Diácono Valdércio Márcio da Silva Oliveira

28 anos, natural da cidade de Antônio Martins (RN)

 Filho de João Batista de Oliveira e Maria das Graças da Silva Oliveira, tenho uma irmã, Maiara Karolina da Silva Oliveira. Formado em Pedagogia pela UERN, pós-graduado em Psicopedagogia Clínica e Institucional e Teologia pela FCRN. 

Minha vocação nasceu no meu batismo, que ocorreu aos 9 anos. Minha madrinha de batismo me incentivou a participar da Igreja. A vocação em si só despertou depois dos 22 anos. Quando percebi um vazio no meu ser, era uma sede de Deus que me realizava nas atividades pastorais na igreja. Realizei os encontros vocacionais escondido da minha família, pois não queriam que eu fosse padre. Depois ingressei no seminário e hoje toda  minha família e eu somos felizes pela vocação de Deus a mim confiada.

 

Diácono Manoel Pereira Henrique de Araújo Neto

Filho de Carlos Souza Araújo e Maria Elenice Souza Araújo. Somos 4 irmãos ( eu e mais três irmãs). Formado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (FAVI) de Curitiba. Tecnólogo em Gastronomia pela Organização Paranaense de Educação (OPET) em Curitiba. Bacharel em Teologia pela Faculdade Católica do Rio Grande do Norte em Mossoró.

Minha vocação surgiu quando eu ainda era pequeno, pois sempre gostei de religião, participar de grupos de oração. O primeiro foi a perseverança da Juventude Marial Vicentina e a Legião de Maria Juvenil. Mas foi a partir dos 17 anos, com a participação mais intensa na vida da Paróquia de Pau dos Ferros, Nossa Senhora da Conceição, logo depois do Crisma, que a partir de um convite feito por D. Maria do Carmo para um encontro vocacional que comecei a perceber minha vocação e desde então venho discernindo e deixando-me conduzir pelo Senhor e pelo seu chamado. Tendo a certeza de que é "o amor de Cristo que nos impulsiona" (2Cor 5,14).


Transmissão- pelas redes sociais das paróquias e Rádio Rural de Mossoró